Publicidade

Estado de Minas DIA DE BELEZA

Morador de rua reconhecido pela família não quer voltar pra casa

João Coelho Guimarães era dado como morto pelos parentes, mas foi identificado depois de cortar os cabelos e tirar a barba e uma foto dele viralizar


18/12/2020 10:11

(foto: Arquivo Pessoal)
(foto: Arquivo Pessoal)

O homem que vive nas ruas de Goiânia se recusou a voltar para casa depois de ser reconhecido pela família, que o dava como morto. João Coelho Guimarães, 45 anos, foi identificado após ganhar um dia de beleza em um salão da capital goiana e a foto do ''antes e depois'' viralizar nas redes sociais.

Nessa quinta-feira (17/12), Maria Guimarães, irmã do sem-teto e catador de recicláveis, saiu de Brasília e foi até Goiás para se encontrar com ele, após 10 anos sem contato. A intenção era levá-lo de volta para a casa da família, mas ele recusou, de acordo com o G1 Goiás.

Ao ver o João, Maria o abraçou e ficou emocionada. Bastante introspectivo, João retribuiu timidamente o carinho. Ele reconheceu a irmã e lembrou que tem outros três irmãos, segundo a reportagem. O encontro foi na loja de roupas e barbearia do cantor sertanejo e empresário Alessandro Lobo, que presenteou o morador de rua com os cortes de cabelo e de barba, além de algumas peças de roupas.
(foto: Arquivo Pessoal/Antônio Romário Santos)
(foto: Arquivo Pessoal/Antônio Romário Santos)


Após o encontro, Maria voltou para Brasília. Contudo, ela ressaltou que vai seguir se comunicando com Alessandro para obter notícias de João e até voltar algumas vezes para revê-lo. Ela disse em vídeo que não desistiu de tirá-lo da situação de rua. "A gente quer resgatá-lo dessa vida. Ele tem família. Não sabemos o que o levou a viver assim, mas deve ter os motivos dele. Falta de amor ele não vai ter nunca", conta a irmã.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade