Publicidade

Estado de Minas

Ministério da Saúde anuncia instalação de 1.134 leitos para pacientes de COVID-19

Expectativa do governo é de que o país passe a ter um número superior a 1,4 mil postos de internação no período de maior pico da pandemia


postado em 23/04/2020 19:31 / atualizado em 23/04/2020 19:43

Ministro Nelson Teich divulga que investimento do governo em novos leitos será superior a R$ 160 milhões nos próximos 90 dias(foto: Marcello Casal /Agência Brasil)
Ministro Nelson Teich divulga que investimento do governo em novos leitos será superior a R$ 160 milhões nos próximos 90 dias (foto: Marcello Casal /Agência Brasil)
O Brasil terá à disposição mais 1.134 leitos de UTI para pacientes em tratamento do coronavírus. O anúncio foi feito pelo Ministério da Saúde nesta quinta-feira, em entrevista coletiva em Brasília. Mas, desta vez, Minas Gerais não será beneficiado. O governo anunciou que Acre, Alagoas, Ceará, Maranhão, Pará, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e São Paulo receberão os novos leitos.
 
O reforço no número de respiradores vai se somar aos 322 leitos habilitados em outras duas ocasiões neste mês, dos quais Minas foi beneficiado - os demais foram São Paulo, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Bahia e Piauí. Logo, o país passará a ter um número total de 1.456 leitos de UTI no combate à pandemia.

“Nós fizemos as habilitações hoje para os mais diferentes estados e isso vai representar um investimento do Governo Federal de R$ 163,6 milhões ao longo dos próximos 90 dias”, destacou o ministro Nelson Teich, durante coletiva de imprensa no Palácio do Planalto, em Brasília. O valor será repassado aos estados e municípios.

A garantia do repasse dos recursos prometidos pelo governo será feita por meio de habilitação concedida pelo Ministério da Saúde, em caráter excepcional, em prazo de 90 dias – o período pode ser prorrogado enquanto houver emergência em saúde pública no país decorrente da COVID-19. Por cada leito, serão custeados R$ 1,6 mil por diária do leito de UTI.

Os gestores das unidades de saúde devem solicitar ao Ministério da Saúde para a habilitação dos novos leitos. Os hospitais públicos ou privados devem informar ao governo todas as internações em caso de suspeitas de COVID-19. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade