Publicidade

Estado de Minas CORONAVÍRUS

Teich diz que só recomendará hidroxicloroquina contra coronavírus quando houver 'evidência científica'

Ministro da Saúde se encontrou com o presidente do Conselho Federal de Medicina para falar sobre medicamento


postado em 23/04/2020 17:40 / atualizado em 23/04/2020 18:54

Nelson Teich falou sobre medidas do governo contra o coronavírus(foto: Reprodução/TV Brasil)
Nelson Teich falou sobre medidas do governo contra o coronavírus (foto: Reprodução/TV Brasil)

O ministro da Saúde Nelson Teich disse, nesta quinta-feira (23), que a hidroxicloroquina só entrará na lista de medicamentos recomendados para o tratamento de pacientes com COVID-19 quando houver comprovação científica de sua eficácia. Atualmente, a prescrição da substância é permitida, mas ainda não consta na lista de “recomendações” da pasta.


“É importante deixar claro que você permitir o uso a critério do médico não representa uma recomendação do Ministério da Saúde. A recomendação vai acontecer, seja com a hidroxicloroquina, seja com qualquer outro medicamento, no dia que a gente tiver uma evidência científica clara de que o medicamento funciona. Isso é importante falar para deixar claro que não é uma recomendação nossa. É uma autorização. Recomendação depende de estudo científico sólido”, frisou Teich.

O uso da hidroxicloroquina por pacientes com o novo coronavírus é fortemente defendido pelo presidente Jair Bolsonaro, embora a eficácia da substância nesses casos não seja comprovada cientificamente.

Atualmente, segundo Teich, o Ministério da Saúde orienta a utilização do medicamento por pacientes hospitalizados, com quadros grave ou crítico. Já o CFM deixa a decisão a critério do médico “seja no hospital ou mesmo em nível ambulatorial”.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade