UAI
Publicidade

Estado de Minas RETORNO FORÇADO

Emergência em Confins: veja a rota realizada para consumir combustível

Com decolagem recente, avião estava com tanque cheio. Piloto precisou voar em círculos para gastar combustível e reduzir peso da aeronave antes de pouso


20/07/2022 16:47 - atualizado 20/07/2022 17:13

Trajeto de emergência realizado por avião até a região de Araçaí
Trajeto realizado pelo avião até a região de Araçaí (foto: FlightRadar)
O voo 4136, da Azul Linhas Aéreas, solicitou retorno ao Aeroporto de Confins 38 minutos depois da decolagem no início da tarde desta quarta-feira (20/7). Após detectar falha no trem de pouso, o piloto realizou manobras para consumir combustível e reduzir o peso da aeronave antes de voltar ao ponto de partida da viagem que iria até Guanambi- BA. O avião fez uma série de movimentos circulares sobre Araçaí e Funilândia, Região Central de Minas.

A aeronave saiu de Confins às 13h17 e, às 13h55, o piloto fez contato com a torre de controle do aeroporto solicitando retorno. Como havia decolado há pouco tempo, o avião estava com o tanque de combustível cheio e precisava eliminar peso para conseguir realizar um pouso emergencial.

A estratégia utilizada foi sobrevoar em círculos a mesma região. O avião contornou a região de Funilândia e depois orbitou repetidas vezes a área da cidade de Araçaí, conforme apontado em imagens de radar.

Aeronave da Azul pousada em Confins após emergência
Avião já em Confins: pouso realizado com sucesso após manobra emergencial (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)

Segundo a BH Airport, que administra o Aeroporto de Confins, o avião conseguiu pousar às 14h43. A pista ficou impraticável por 18 minutos, mas depois foi liberada, e não houve impacto para os demais voos previstos até às 14h50.
 

Posicionamento da Azul


A Azul afirma que não houve uma emergência, mas, sim, uma situação de prioridade de pouso. A companhia aérea lamentou os aborrecimentos causados, porém, reforçou que medidas como a realizada nesta quarta são necessárias para garantir a segurança das operações.

A empresa informa que prestou toda a assistência necessária, conforme previsto na resolução 400 da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Uma viagem de avião de BH até Guanambi, no interior da Bahia, dura cerca de 1h50. O voo que precisou retornar emergencialmente a Confins nesta quarta-feira ficou cerca de uma hora e meia no ar. A rota tem grande demanda de passageiros mineiros e foi ampliada pela Azul no ano passado, oferecendo voos diários.
 
Trajeto de emergência realizado por avião até Confins
Mapa do trajeto completo da viagem encurtada por problema técnico (foto: FlightAware)
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade