UAI
Publicidade

Estado de Minas CRIMES EM SEQUÊNCIA

Motorista embriagado invade contramão e mata PM em Poços de Caldas

Paulo Rodrigues Chagas Mehlberg, de 41 anos, estava de moto a caminho do trabalho; motorista do carro que atingiu a motocicleta assumiu que estava embriagado


06/06/2022 14:17 - atualizado 06/06/2022 16:31

Acidente foi flagrado por câmeras de segurança em Poços de Caldas
Acidente foi flagrado por câmeras de segurança em Poços de Caldas (foto: Reprodução/Portal Onda Poços)

Um motorista embriagado invadiu a contramão e matou um policial militar em Poços de Caldas. A vítima estava de moto a caminho do trabalho. O caso aconteceu nesse domingo (5/6), mas o militar morreu nesta segunda-feira (6/6).
 

O acidente aconteceu na Avenida Leonor Furlaneto Delgado, no Jardim Philadelphia, e foi flagrado por câmeras de segurança. Paulo Rodrigues Chagas Mehlberg, de 41 anos, estava de moto a caminho do trabalho, quando foi atingido por um carro na direção contrária. A imagem é forte e mostra o momento exato da batida.  
 
Cabo Paulo deixa mulher e filhos
Cabo Paulo deixa mulher e filhos (foto: Redes Sociais)
O Corpo de Bombeiros foi acionado e socorreu a vítima. Segundo os bombeiros, o militar foi encontrado caído ao lado da motocicleta. Ele estava com fraturas graves na perna esquerda, na cabeça e suspeita de fratura na bacia. Paulo foi socorrido em estado grave à Santa Casa de Poços de Caldas.

Paulo Rodrigues seria transferido para fazer cirurgia em Belo Horizonte, mas não resistiu aos ferimentos e morreu nesta segunda-feira (06/06). O corpo dele é velado no Cemitério Municpal em Poços de Caldas. O enterro está marcado para às 16h. Paulo deixa mulher e filhos.
 
 
 
A Polícia Militar publicou uma nota de pesar nas redes sociais. "Cabo seus dias de luta terminaram, seus dias de glória chegaram, e agora, o céu em festa se abre para receber o tão nobre guerreiro", lamenta colegas de trabalho. 

Motorista embriagado 

Segundo a PM, o suspeito fugiu sem prestar socorro. Os militares foram até a casa dele e encontraram o veículo, com a frete toda danificada, na garagem do imóvel. O homem não estava em casa e foi preso em uma padaria da cidade. 

A PM informou que o suspeito estava com os olhos vermelhos, hálito etílico e assumiu o uso de bebida alcoólica, mas se recusou a fazer o teste do bafômetro. O suspeito foi preso e levado para a Delegacia de Polícia Civil e o carro removido ao pátio do Detran. 

O caso repercutiu na região. "Quem bebe, pega uma arma chamada veículo, assume o risco de matar alguém... é assassinato! Não é acidente! Não se envolveu em um acidente sóbrio, fugiu covardemente, quando foi pego, se recusou a fazer o teste do bafômetro, isso não impede o cheiro da bebida e nem a fala desorganiza de um alcoólatra", disse uma moradora nas redes sociais.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade