UAI
Publicidade

Estado de Minas TRÁFICO INTERNACIONAL

Europeu e africano são presos em Confins com R$ 2,5 milhões em cocaína

Ambos foram detidos, no mesmo dia, embarcando em voos diferentes para distribuir cocaína no mercado europeu


21/04/2022 10:39 - atualizado 21/04/2022 11:44

Entre cobertores, nigeriano escondeu 9 quilos de cocaína que levaria para a Europa no Aeroporto Internacional Tancredo neves em Confins polícia Federal e Receita Federal apreensão
Entre cobertores, nigeriano escondeu 9 quilos de cocaína que levaria para a Europa (foto: Polícia Federal/Divulgação)
Um suíço e um nigeriano foram detidos pela Polícia Federal (PF) e a Receita Federal ao tentarem embarcar pelo Aeroporto Internacional Tancredo Neves (Confins) para a Europa, nesta quarta-feira (20/04), com carregamentos ocultos de cocaína que totalizam 12 quilos.

Se o grau de pureza da droga for o mesmo do cloridrato de cocaína (99% puro), o valor das duas cargas pode ultrapassar R$ 2,5 milhões no continente europeu, segundo estimativas policiais.

De acordo com a PF, durante a tarde, o cão farejador da delegacia do aeroporto detectou uma mala suspeita pertencente ao homem de nacionalidade suíça.

A bagagem foi então aberta, e os policiais encontraram três quilos de cocaína escondidos em um fundo falso, embaladas em plástico preto. O suíço tentava embarcar para Genebra.

No fundo da mala de um cidadão suíço o cão farejador da Polícia Federal encontrou 3 quilos de cocaína balança com cocaína apreendida pela Polícia Federal no Aeroporto internacional Tancredo neves em Confins
No fundo da mala de um cidadão suíço o cão farejador da Polícia Federal encontrou 3 quilos de cocaína (foto: Polícia Federal/Divulgação)
Na noite do mesmo dia, desta vez em conjunto com os fiscais da Receita Federal, os policiais prenderam um nigeriano que também embarcava para a Europa, mas em outro voo, tentando transportar entre cobertores uma carga de nove quilos de cocaína.

Os dois foram presos, em flagrante por tráfico internacional de drogas e, se condenados, podem cumprir até 25 anos de reclusão.  


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade