UAI
Publicidade

Estado de Minas VIOLÊNCIA

Suspeito de ter matado nove cães queimados deve se apresentar em Uberaba

Caso está na Promotoria do Meio Ambiente de Uberaba; Polícia informa que um procedimento investigativo será instaurado para apurar o caso


10/03/2022 12:13 - atualizado 10/03/2022 13:26

O terreno baldio onde aconteceu o crime, no Bairro Jardim Califórnia
O terreno baldio onde aconteceu o crime fica localizado no Bairro Jardim Califórnia (foto: Facebook/Divulgação)
O homem que matou nove cães queimados em Uberaba, no Triângulo Mineiro, na noite de 26 de fevereiro, deve se apresentar na Delegacia de Polícia Civil do município. O delegado Elinton Feitoza, responsável pelo caso, disse para a Rádio JM que o advogado do suspeito já protocolou pedido de apresentação do cliente para que ele preste depoimento à PC de Uberaba.
 
Ainda conforme o delegado, ele está em negociação com o advogado e, sem divulgar uma data, aguarda a apresentação do suspeito.
 
 
O caso repercutiu nas redes sociais e causou indignação entre vários internautas. Dos nove cães queimados vivos, sete eram filhotes.
 
A ocorrência de maus-tratos aos animais foi registrada no domingo (27/2), em terreno baldio do Bairro Jardim Califórnia, pela Guarda Municipal de Uberaba (GMU).

Caso está na Promotoria do Meio Ambiente

Na semana passada, a Sociedade Uberabense de Proteção aos Animais (Supra) entrou com ação no Ministério Público de Minas Gerais por meio da Promotoria do Meio Ambiente.
 
“Enviei a representação com fotos, vídeos e um boletim de ocorrência da Polícia Militar (PM) com relatos de testemunhas. Além disso, constatei que o suspeito já tem passagens pela polícia e já ficou preso. Faz pouco tempo que saiu da cadeia e estava cumprindo pena. Então, na representação ao MP, coloquei essa informação também, ou seja, ele não é mais réu primário”, ressaltou Lourdes Machado, advogada da instituição.

“O que ele fez com os animais foi muito cruel e isso já pesa um pouco mais contra ele. E a gente sabe, inclusive coloquei na petição, que 80% dos assassinos começam com crimes contra animais”, completou.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade