UAI
Publicidade

Estado de Minas MORTE DE FAMÍLIA

Homem é indiciado por triplo homicídio no Triângulo Mineiro

Ele foi apontado pela investigação como único autor da morte de um casal de idosos e do bisneto deles, de 2 anos


25/01/2022 19:15 - atualizado 25/01/2022 19:15

local do crime
Local do crime na zona rural de Gutinhatã (foto: Manoel Neto)
A Polícia Civil de Minas Gerais finalizou o inquérito e indiciou o homem de 39 anos que confessou ter matado um casal de idosos e o bisneto deles no município de Gurinhatã, no Triângulo Mineiro. O crime foi cometido em novembro de 2021 e o homem segue preso.

De acordo com a inquérito, o agora indiciado vai responder por triplo homicídio, que foi agravado com três qualificadoras: motivo fútil, meio cruel e uso de recurso que dificultou ou tornou impossível a defesa das vítimas. Ainda segundo a polícia, foi confirmado que ele agiu sozinho.

As vítimas foram encontradas em uma fazenda a dois quilômetros da cidade de Gurinhatã, por um vizinho da propriedade. João Batista Inácio, de 65 anos, foi assassinado com golpes de machado nas costas e um tiro na cabeça. A esposa dele, Divanilda Maria Inácio, de 61, foi esfaqueada pelo abdome, mas chamou a atenção o fato de ela ter a genitália mutilada pelo assassino. O bisneto do casal, de 2 anos, tinha um corte profundo no pescoço.

O autor confesso fugiu, mas acabou preso no trevo de Cachoeira Alta (GO), onde ele tentava uma carona para a rodoviária da cidade.

Ele segue detido no Estado de Goiás e pode ser transferido para Ituiutaba, no pontal do Triângulo, onde corre o caso.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade