UAI
Publicidade

Estado de Minas ABUSOS

'Prefiro morrer a ir para casa', diz aos patrões babá estuprada pelo pai

Após a denúncia, o pai, de 57 anos foi preso; segundo a polícia, ele abusava sexualmente das três filhas e as ameaçava com uma espingarda


24/01/2022 13:11 - atualizado 24/01/2022 13:58

Espingarda apreendida com abusador sexual
Com espingarda, homem ameaçava as filhas e as forçava a manter relações sexuais (foto: PCMG)

“Não quero ir embora. Prefiro morrer a ter de voltar para casa.” A declaração foi feita por uma babá, de 16 anos, que contou aos patrões que vinha sendo abusada sexualmente pelo pai. O homem, de 57 anos, foi preso pela Polícia Civil no sábado, na cidade de Buritis, Noroeste de Minas.


Segundo a polícia, a adolescente não era a única vítima do pai. Outras duas filhas também foram abusadas por ele.


Segundo o delegado Leandro Fernandes Araújo, o investigado usava uma espingarda calibre 36 para coagir as filhas e praticar o ato sexual. “A denúncia partiu dos patrões da babá, que a levaram até a delegacia, quando nos foi comunicado o delito", relata do delegado.


O pai abusador é gaúcho e trabalhava na região da Vila Rosa, Zona Rural de Buritis, onde foi preso e confessou o crime. Foi cumprido, também, mandado de busca e apreensão da arma de fogo usada para coagir as vítimas.


 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade