UAI
Publicidade

Estado de Minas ABALO SÍSMICO

Divinópolis tem segundo tremor de terra em menos de 48 horas

Com magnitude de 2.9, USP diz que pequenos tremores como este podem ser registrados em todo o país


13/01/2022 19:08 - atualizado 13/01/2022 19:13

Vista geral de Divinópolis
O último tremor registrado em Divinópolis havia sido registrado em 1990 (foto: Divulgação/Prefeitura de Divinópolis)
O Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo (USP) confirmou, nesta quinta-feira (13/1), um novo abalo sísmico registro em Divinópolis, no Centro-Oeste de Minas. Este é o segundo em menos de 48 horas.
 
O primeiro foi às 20h13 de terça-feira (11/1). Inicialmente, ele foi registrado pelo monitor da USP com magnitude de 2.9. Na sequência foi corrigido para 3.

O epicentro seria o Centro Industrial de Divinópolis, no bairro Icaraí, o mesmo de terça-feira (11/1). Entretanto, como a estação mais próxima está a 100 km de distância, em Bom Sucesso, há uma incerteza de 5 a 10 km.

“Sua profundidade deve ser de poucos quilômetros, não sendo possível determinar com precisão”, consta no informa da USP publicado na terça-feira (11/1).

No último informe, a USP também afirmou que a magnitude de 2.9 é pequena, mesmo em termos brasileiros. Esses tremores são mais comuns em Minas Gerais.

“Pequenos tremores de terra podem ocorrer em qualquer lugar do Brasil, e se devem a movimentação em falhas ou fraturas geológicas na crosta terrestre. Uma magnitude de ~3 corresponde a movimentação de poucos milímetros numa fratura de ~300 m de comprimento que pode estar a alguns km de profundidade. A movimentação nessas fraturas se dá devido às pressões geológicas a que a crosta terrestre está submetida”, consta no informe.


Relatos


A Prefeitura de Divinópolis fez contato com a USP hoje após os primeiros relatos de moradores. A orientação é para que quem tenha sentido o abalo sísmico registre por meio do link moho.iag.usp.br/eq/dyfi , na área “Sentiu Ai” e informar sobre o ocorrido.

"O relato dos divinopolitanos pode auxiliar os estudiosos a descobrirem as possíveis causas dos tremores sentidos na cidade, nos últimos dias", disse a prefeitura de Divinópolis.
 
O último sismo na cidade do Centro-Oeste de MInas que o Centro de Sismologia tem registro foi em 11 julho de 1990 com magnitude 2.8, também sem nenhum dano relatado. "Magnitudes abaixo de 4 raramente provocam algum dano e não são motivo para preocupação", afirmou em nota a USP. 

*Amanda Quintiliano especial para o EM
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade