UAI
Publicidade

Estado de Minas CHUVAS

Raposos: enchentes deixam casas com até 2 metros de lama

Cerca de 10 mil pessoas estão desalojadas; prefeitura e voluntários começaram a limpeza da cidade nesta quarta (12/1)


12/01/2022 17:03 - atualizado 12/01/2022 18:26

Lama atinge 2m de altura
Casas ficaram quase cobertas pela água (foto: Leandro Couri/ EM/ D.A Press)
A trégua nas fortes chuvas nesta quarta-feira (12/1) possibilitou que os municípios atingidos começassem a limpeza após as enchentes. Em Raposos, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, não foi diferente. Segundo o secretário de obras de Raposos, Liliano Rezende, os trabalhos começaram ainda na noite desta terça. "As equipes começaram ontem onde foi possível, trabalhamos até quase 1 hora da manhã".

Certamente, não faltou trabalho. A situação da cidade foi descrita como "triste" pelos moradores, e a pilha de rejeitos deixada pela enxurrada atingiu 2 metros de altura em alguns lugares. 
 
Para separar os pontos de atuação, a prefeitura montou cinco núcleos de trabalho: na Região de Vila Bela; no final do Bairro Matadouro; na Região Central; na Rua Maranhão; e na Várzea do Sítio. 
 
Além de funcionários da prefeitura, há voluntários ajudando na limpeza. Um deles é Rafael Gonçalves, da ONG Casa de Gentil. Morador da cidade, ele se entristece com a situação e pede ajuda de mais pessoas para retirar o barro das casas. "Aqui está triste, estamos começando a força-tarefa com voluntários e também há muita gente do bairro ajudando", diz.
 
 

"A Casa de Gentil está aceitando doações, mas também precisamos de doação de tempo e captar pessoas para ajudar na limpeza. O trabalho deve durar semanas, tem casa com mais de um metro de barro. O pessoal já começa a ficar cansado de tanto esforço, por isso é importante recrutar mais voluntários". 
 
Segundo um levantamento da Defesa Civil de Raposos, há cerca de 10 mil pessoas desalojadas, que foram recebidas em casas de parentes e amigos. Outras mil estão desabrigadas e foram encaminhadas para abrigos municipais. 
 
Cidade está toda suja de lama
Rastros da enchente estão por toda a cidade (foto: Leandro Couri/ EM/ D.A Press)
Houve pontos da cidade que o rejeito da lama chegou a 2 metros de altura, e a retirada do material está complicada, segundo o secretário de obras. "Colocamos pelo menos uma máquina e dois a três caminhões em cada núcleo de trabalho. Além de funcionários da prefeitura para ir fazendo a de limpeza". 
 
"Estamos tendo muito mais dificuldade que em 2020, porque o barro atingiu alturas muito grandes, tem lugar chegou a 2 metros só de material. As máquinas estão tendo dificuldade de tirar, o trabalho está muito mais complicado", diz Rezende. 
 
O Rio da Velhas, que chegou a transbordar nos últimos dias, amanheceu mais baixo nesta quarta, porém deixou um rastro. "O rio abaixou bem, apesar de ainda estar acima do leito normal, mas está dentro da calha. Ele já não tem influência na inundação, mas tem muito barro na cidade", lamenta Liliano Rezende. 
 
O Corpo de Bombeiros e outros órgãos ainda está atuando na cidade e hoje as equipes realizaram o salvamento de animais de objetos pessoas em locais inacessíveis. "A Prefeitura de Raposos, Bombeiros, Polícia Militar, Secretaria de Saúde, todos estão aqui. Nota mil. Estão quase 24 horas na rua", diz Rafael Gonçalves.
 
Bombeiros resgatando objetos pessoais
Bombeiros estão resgatando animais e objetos pessoais (foto: Divulgação/ Corpo de Bombeiros )

 
Para ajudar a cidade, os interessados em voluntariar podem entrar em contato com a Casa de Gentil por meio do Instagram @casadegentil. 
 
Doações em dinheiro também são aceitas e serão utilizadas para comprar material de limpeza e outros itens de necessidade básica dos atingidos. 
PIX ENCHENTE 2022 - CNPJ Casa de Gentil 21.622.638/0001-34
 
 
*Estagiária sob supervisão do subeditor João Renato Faria


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade