UAI
Publicidade

Estado de Minas SAÚDE PÚBLICA

São Sebastião do Paraíso quer castrar 4,4 mil cães e gatos até o fim do ano

Na segunda etapa do programa, o Castramóvel irá atender 1.000 cães e gatos, no campão, de 6 a 17 de dezembro; primeira etapa castrou 3,4 mil animais, em maio


25/11/2021 19:13 - atualizado 25/11/2021 19:26

Veterinários em uma praça
Em maio, o programa de castração esterilizou 3.446 animais em São Sebastião do Paraíso (foto: Bryan Felipe)
O município de São Sebastião do Paraíso quer fechar o ano de 2021 com 4,4 mil castrações de cães e gatos, principalmente os de rua. Para isso, a prefeitura já abriu o cadastro para quem quiser esterilizar seu animal sem pagar nada durante a segunda fase do programa de castração, que será entre os dias 6 e 17 de dezembro.
De acordo com Luciano Santana, coordenador do Departamento de Controle de Zoonoses, o problema dos animais de rua é difícil. O canil municipal tem de 90 a 100 cães para doação, mas, por causa da pandemia e da crise econômica, esses números aumentaram. 

“O canil está lotado e as adoções estão muito poucas, o que representa problemas”, diz.
 
Segundo Santana, são cerca de 21 mil cães e 6.229 gatos em São Sebastião do Paraíso, com base em números de 2020. “Ainda não fizemos os números deste ano, mas pode dar bem mais que isso”, disse.

O trabalho dos veterinários será feito em um Castramóvel, devidamente equipado para o trabalho. O cadastro daqueles que pretendem castrar seu animalzinho deve ser feito pelo site da prefeitura.
 
 Na primeira fase do programa, realizada de 5 a 26 de maio em três Castramóveis, São Sebastião do Paraíso teve o maior número de animais castrados na região: 3.446.

O dono do animal não paga nada – uma castração particular gira em torno de R$ 400. 
 
O Castramóvel ficará no Estádio Municipal Antonio Pavan Capatti, conhecido por campão de São Sebastião do Paraíso.
 
Para o prefeito Marcelo Morais, a esterilização dos animais são necessárias: “Uma das metas da prefeitura é poder prover um sistema de saúde que chegue a todas as esferas da sociedade, sendo a castração uma das formas de reduzir a população desses animais abandonados, além de contribuir com a saúde dos nossos animaizinhos”. 
 
“Estamos pensando na saúde dos nossos animais e queremos reduzir o número de animais abandonados. A castração é uma dessas ferramentas que temos”, finalizou o prefeito.
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade