UAI
Publicidade

Estado de Minas PARALISAÇÃO

Greve dos motoristas é suspensa em BH após rodada de negociação

Após reunião de conciliação, rodoviários suspendem paralisação em BH; atividades serão retomadas de forma gradual já a partir desta terça-feira (23/11)


23/11/2021 16:35 - atualizado 23/11/2021 18:06

Greve dos motoristas de transporte publico. Na foto, motoristas mobilizados em frente ao Tribunal Regional do Trabalho, na avenida Getulio Vargas, bairro Funcionários.
Motoristas de ônibus na frente do TRT: paralisação suspensa nesta terça-feira (23/11) (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
A greve dos rodoviários em Belo Horizonte, iniciada na madrugada desta segunda-feira (22/11) está oficialmente suspensa. A decisão foi tomada após uma segunda rodada de negociação entre o Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários de Belo Horizonte (STTRBH) e as empresas de ônibus, nesta terça-feira (23/11). 

Segundo o Sindicato das Empresas de Transporte Público de Belo Horizonte (Setra-BH), os ônibus devem voltar às ruas ainda nesta tarde. A retomada deve acontecer de forma gradual. 
 
Em entrevista exclusiva ao Estado de Minas, o presidente do Setra, Raul Lycurgo, reiterou que o prazo para o retorno é imediato. "Obviamente, tem toda a questão de mobilizar e convocar o pessoal. Nada sai de 0 a 100 rápido, mas acredito que já na noite de hoje a gente já sinta uma grande diferença", afirmou. 
 
Lycurgo defende que o "transporte está colapsado econômica e finaceiramente". De acordo com ele, o acordo é  um voto de confiança. "É o voto de confiança de todas as partes: do Judiciário, do Ministério Público, da Procuradoria-Geral do Município, da BHTrans, do sindicato laboral, do sindicato econômico e da prefeitura". 
 

Segunda rodada de negociações não trouxe propostas efetivas 

 
A suspensão do movimento grevista foi solicitada pelo desembargador Fernando Luiz Gonçalves Rios Neto, durante audiência mediada pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT). Em contrapartida, as empresas de ônibus devem apresentar uma proposta à classe trabalhadora até esta sexta-feira (26/11). 
 
Em nota, o sindicato dos rodoviários afirmou que cumprirá a decisão da Justiça do Trabalho. "Dos patrões, esperamos apenas respeito e ética no retorno das negociações, caso contrário, a greve será mantida como forma de preservar e garantir os direitos da categoria", diz a entidade na nota. 


 
 
 
 
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade