UAI
Publicidade

Estado de Minas Feminicídio

Preso homem que matou a amante e jogou o corpo num terreno baldio

Crime ocorreu em 2017; somente agora, depois de denúncia feita pela filha da vítima, o crime foi descoberto


17/11/2021 19:58 - atualizado 17/11/2021 20:54

Terreno onde estava restos mortais de mulher morta
Restos mortais da mulher assassinada em 2017 foram encontrados em terreno baldio em Betim (foto: PCMG)

Preso em Conceição do Rio Verde, no Sul de Minas, um homem de 58 anos, suspeito de envolvimento na morte de uma mulher, também de 58, cujo corpo foi abandonado num terreno baldio, em Betim, em 8 de dezembro de 2017.




O homem era investigado por ser suspeito do desaparecimento da mulher e, ao ser preso, confessou o crime. Ele admitiu que tinha deixado o corpo da vítima em um terreno baldio, próximo às casas em que eles moravam.


No dia seguinte à prisão, que ocorreu no dia 9 deste mês, foram realizadas buscas no local indicado, quando os policiais e peritos encontraram uma ossada, possivelmente da vítima.


Segundo os investigadores, a mulher, que morava no Bairro Nossa Senhora das Graças, em Betim, era vizinha do suspeito e mantinha um relacionamento amoroso com ele. Testemunhas informaram que a vítima queria romper essa relação, mas o homem não aceitava.


Ao confessar o crime, o suspeito negou que o motivo seria o fim da relação entre eles. “Ele fala que teve alguns encontros com a vítima, saíram algumas vezes, mas não tinham nada sério”, conta o delegado Otávio de Carvalho.


Na confissão, o suspeito disse que teria batido com um prato no rosto da vítima depois de receber um tapa na cara. Com isso, segundo ele, a mulher teria caído e batido a cabeça, o que a levou à morte.


As investigações tiveram início após denúncia feita pela filha da vítima, relatando o desaparecimento da mãe, em 11 de dezembro de 2017. E que depois disso, o suspeito deixou a casa em que morava sem informar a ninguém sobre a mudança, o que causou estranheza na família da mulher, que informou o fato aos policiais da 8ª Delegacia Especializada de Homicídios de Betim.


A polícia verificou que a última ligação recebida pela vítima teria partido do suspeito, o que aumentou a suspeição sobre a autoria do crime. “A partir daí, continuamos o trabalho para tentar localizar o corpo da vítima e também para localizar o suspeito”, afirma o delegado Otávio.


Os policiais fizeram, então, o monitoramento do suspeito, com o acionamento do Serviço de Inteligência da Polícia Civil, o que possibilitou encontrá-lo em Conceição do Rio Verde.


O inquérito está em fase de conclusão, e o delegado diz que aguarda o reconhecimento oficial do corpo, por meio de exames periciais. As investigações estão a cargo da 8ª DEH Betim.



 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade