UAI
Publicidade

Estado de Minas CADÊ A VACINA?

Moradores de Esmeraldas esperam dose de AstraZeneca pra completar vacinação

Tem morador da cidade da Grande BH que já deveria ter recebido a dose complementar contra COVID-19 há mais de uma semana, mas município não tem imunizante


14/10/2021 16:11 - atualizado 14/10/2021 17:09

ampolas de vacina AstraZeneca contra COVID-19 produzida pela Fiocruz
Cidade está sem o imunizante da AstraZeneca desde a semana passada (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
O que seria um dia de alívio para Karina Galheiro se tornou uma frustação. Ao chegar no posto de saúde do Bairro São Pedro, na cidade de Esmeraldas, para tomar a segunda dose contra a COVID-19, a gerente administrativa foi informada de que as pessoas agendadas para tomar a 2ª dose da Astrazeneca nesta quinta-feira (14/10) não receberiam o imunizante. E tem gente que já espera pelo imunizante para completar o ciclo vacinal há mais de uma semana...
 
De acordo com a nota da prefeitura da Região Metropolitana de Belo Horizonte, publicada nas redes sociais, as pessoas que têm a segunda dose da vacina AstraZeneca programada para ser aplicada nesta semana, não devem se dirigir aos postos de imunização. Elas devem aguardar o chamado da Secretaria Municipal de Saúde, uma vez que não há número suficiente de doses dessa fabricante para a aplicação complementar.
 
A moradora que abre esta reportagem afirma que ligou para a secretaria de Saúde de Esmeraldas na manhã e no início da tarde de ontem e foi informada de que poderia ir ao posto completar o esquema vacinal. Mas, ao chegar no local indicado, frustração: encontrou uma fila grande e muita gente sem saber o que fazer.
 
A prefeitura havia programado vacinar contra COVID-19 nesta quinta-feira (14/10) idosos de 80 a 84 anos, adultos que não conseguiram se imunizar na semana passada e o público com a idade de Karina, de 37 anos.
 
“Só colocaram o comunicado às 18h (de ontem), então quem já tinha se organizado foi ao posto. Cheguei por volta das 9h e tinha uma fila grande. Me senti frustrada com isso, a gente se programa, falta ao trabalho porque o horário da vacinação é comercial... Foi um dia perdido”, lamenta.
 
 

Espera há mais de uma semana

 
A moradora Michelle Ferreira conta que a falta da AstraZeneca em Esmeraldas acontece desde a semana passada. Com 45 anos, a gerente de negócios foi ao posto no Bairro São Pedro no dia 6 de outubro, data marcada para tomar a segunda dose, e foi informada de que deveria voltar nesta sexta-feira (15/10).
 
Cartão de vacinação de Michelle Ferreira, moradora de Esmeraldas
A moradora de 45 anos aguarda a segunda dose desde o dia 6 de outubro (foto: Michelle Ferreira/Arquivo pessoal)
 
 
“Fui informada de que não iria ter dose hoje, precisava muito me vacinar: tenho uma viagem marcada para a próxima semana e gostaria de viajar menos preocupada. Me programei certinho para fazer os 14 dias para os órgão competentes falharem”, desabafa.
 

E agora? 

 
Na nota publicada pela prefeitura de Esmeraldas, é informado que o Executivo está trabalhando para que a situação seja contornada o mais breve possível. A gestão municipal diz aguardar a Secretaria Estadual de Saúde encaminhar nova remessa de doses da vacina AstraZeneca, para normalização do processo de vacinação. 
 
Ainda segundo a prefeitura, a aplicação da segunda dose da AstraZeneca abrangeria a população da faixa etária de 37 anos e os demais que estão com segunda dose atrasada. E complementa ao dizer que a Secretaria de Saúde do Estado está ciente sobre a falta do imunizante em Esmeraldas.
 
A Secretaria de Estado de Saúde Minas Gerais (SES-MG), por sua vez, afirma que, no que se refere à vacina AstraZeneca, foram enviadas aos municípios todas as doses recebidas até o momento pelo estado e destinadas à aplicação de primeira e segunda dose. A secretaria ressalta que a distribuição para os municípios depende do recebimento de novas doses enviadas pelo governo federal.

A SES-MG completa ao dizer que está solicitando um envio complementar de doses da vacina AstraZeneca para o Ministério da Saúde, com o objetivo de atender à demanda dos municípios.
 
Em uma coletiva de imprensa realizada hoje na Cidade Administrativa, o secretário de Estado de Saúde (SES-MG), Fábio Baccheretti, disse que o governo federal receberá amanhã  cerca de 4 milhões de doses da AstraZenca, ou seja, cerca de 400 mil devem vir para Minas Gerais, já que, pela distribuição proporcional estabelecida pelo Plano Nacional de Imunização (PNI), o estado fica com ao menos 10% dessas unidades.

A expectativa é de que o carregamento chegue à Rede Frios 24 horas depois.
 
Ainda na coletiva de imprensa, é estimado que a partir de segunda-feira (18/10) o estado de Minas Gerais já esteja com as doses suficientes para sanar o problema em todas as cidades mineiras, o que vai sanar um déficit de 118 mil doses no estado.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade