UAI
Publicidade

Estado de Minas TRANSPORTE

Operação Centauro: Minas já teve 16 ônibus clandestinos apreendidos

Ação da ANTT combate o transporte ilegal de passageiros. Estado só fica atrás do Rio de Janeiro no número de veículos recolhidos. Multas ultrapassam R$ 300 mil


13/10/2021 13:45 - atualizado 13/10/2021 14:02

Ônibus abordado pela ANTT
Operação começou no dia 8 e vai até 16 de outubro em diferentes partes do país (foto: ANTT/Divulgação)


Entre os dias 8 e 12 de outubro, 16 ônibus foram apreendidos nas estradas mineiras durante a Operação Centauro , da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), com apoio das polícias Rodoviária Federal (PRF) e Militar Rodoviária (PMRv) em 27 pontos espalhados pelo país. O objetivo é combater o transporte clandestino no país.

Segundo o balanço parcial, 80 veículos já foram fiscalizados em Minas Gerais. Passageiros de 15 veículos precisaram ser realocados em ônibus regulares para seguir viagem. As despesas dos bilhetes ficam por conta dos infratores.

Quanto ao número de passageiros, 164 tiveram a viagem interrompida. O estado só está atrás do Rio de Janeiro em número de apreensões. Lá, 34 ônibus foram recolhidos. 

Ainda segundo o levantamento da ANTT, até ontem, o valor das 55 multas aplicadas em Minas ultrapassava os R$ 300,8 mil. 

Em todo o Brasil, 1.682 ônibus foram alvo da fiscalização da Operação Centauro e 111 acabaram apreendidos. O número de usuários embarcados chega a 42.415. Desses, 2.604 tiveram a viagem interrompida. O total de multas aplicadas nos 14 estados que aparecem no balanço de ontem é de 677. Somadas, o valor passa dos R$ 3,2 milhões. 

“A agência alerta à população dos riscos em um transporte não autorizado, justamente pela precariedade dos veículos, que não oferecem segurança, com motoristas despreparados e cansados, e ainda, pelo aumento do risco de contágio da COVID-19”, diz a ANTT. 

A operação termina no próximo sábado (16) e também conta com o apoio da Receita Federal e dos Departamentos Estaduais de Estradas e Rodagens (DER) dos estados, além de outros órgãos da administração pública. 

A agência disponibiliza uma ouvidoria para que os passageiros apurem a legalidade da viagem que pretendem fazer ou denunciar o transporte clandestino: Whatsapp (61) 99688-4306, telefone 166 ou pelo e-mail: ouvidoria@antt.gov.br.

A ANTT também lembra a importância do uso do cinto de segurança nas viagens interestaduais. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade