UAI
Publicidade

Estado de Minas MOSTRA DE FÉ

Ainda em construção, Santuário de Cássia recebe a primeira romaria

Grupo de 60 ciclistas saiu de Passos e percorreu 41 km de estrada de terra para rezar no complexo, dedicado à Santa Rita de Cássia


04/10/2021 22:28 - atualizado 04/10/2021 22:56

Santuário em Cássia
Fiéis percorreram 41 quilômetros de estrada de terra de Passos até Cássia para rezar no santuário (foto: Acervo/Secretaria de Turismo)
O maior santuário dedicado a Santa Rita de Cássia no mundo, localizado em Cássia, na Região Sul de Minas, recebeu neste domingo (3/10), a sua primeira romaria oficial. O local ainda está em obras, mas um grupo de 60 ciclistas saiu de Passos, também no Sul de Minas, e percorreu 41 quilômetros de estrada de terra para chegar ao local.

Lá, o Padre Sandro Henrique, da Paróquia Senhor Bom Jesus dos Passos, e o padre Júlio César Agripino, da paróquia cassiense, rezaram com os romeiros. O evento teve a parceria da Prefeitura de Cássia e da Associação Comercial e Industrial de Cássia (Acic).

O grupo saiu de Passos às 6h30 e chegou a Cássia às 11h. Um ônibus aguardou no local para levar os ciclistas interessados de volta a Passos e carros de familiares também. O grupo foi liderado pelo empresário Marcelo Muzetti e pelo padre Sandro Henrique.

"Foi um evento incrível, emocionante, prazeroso, ao lado de pessoas especiais. A fé a a devoção dos ciclistas participantes foram contagiantes; fomos muito bem recebidos por membros da Paróquia de Cássia e da prefeitura, que nos deram o privilégio de sermos os primeiros a participar de uma romaria ao local", disse.

Além do padre Júlio Agripino, o grupo foi acolhido pelo vigário Padre Leandro Melo, de Cássia, pelo prefeito Rêmulo Carvalho Pinto e vice Ricardo Garcia Arantes, secretário de Turismo, coordenador de Esportes e secretária municipal de Desenvolvimento Social.

Estrutura ficará pronta em 2022

As obras do maior santuário do mundo dedicado à Santa Rita de Cássia seguem em ritmo acelerado, com 100 mil metros quadrados de construção. A estrutura terá um estacionamento para 200 ônibus, 1.000 carros, uma igreja de 7 mil metros quadrados com capacidade para mais de 5.000 fiéis, casa para os padres, réplica da Casa de Santa Rita, centro de alimentação, centro comercial e jardins.

Toda a obra está sendo custeada por Paulo Flávio de Melo Carvalho, cassiense radicado em Sorocaba (SP), que pretende abrir as portas do santuário oficialmente no dia 22 de maio de 2022, dia de aniversário de Cássia e de sua padroeira, Santa Rita de Cássia. As obras começaram em agosto de 2018.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade