UAI
Publicidade

Estado de Minas VIOLÊNCIA

Sobrinho que matou tio a tiros após briga é preso em Januária

Divisão de terras seria o motivo do desentendimento entre os familiares


22/09/2021 19:28 - atualizado 22/09/2021 20:07

A tranquilidade da vila Marreca foi abalada pelo assassinato do idoso de 68 amos
A tranquilidade da vila Marreca foi abalada pelo assassinato do idoso de 68 amos (foto: Youtube.com)

Uma operação desencadeada pela Polícia Civil, nesta terça-feira (21/9), prendeu um homem de 38 anos, suspeito de assassinar o próprio tio, de 68 anos, em Januária, no Norte do estado. 


O homicídio ocorreu no último dia 1º de setembro, na comunidade de Marreca, distrito de Januária. O motivo, segundo o delegado William Araújo, da Delegacia Especializada de Proteção à Vida, foi uma desavença familiar envolvendo disputas de terras e teria outros envolvidos.


Segundo o delegado, o sobrinho do idoso foi até a sua casa e deu-lhe vários tiros, provocando a sua morte imediata. A polícia foi acionada pelos vizinhos assim que ouviram os tiros. O suspeito fugiu e não foi localizado de imediato.


Ainda de acordo com o delegado, foi montada uma estratégia para não permitir que o investigado desaparecesse, e ele acabou sendo preso.


O crime abalou a comunidade de Marreca. Segundo o delegado, a localidade é tranquila e pacata, por isso, e, por isso, havia a necessidade de uma solução rápida para o crime. “Crimes dessa natureza, que atentam contra a vida, não podem ficar impunes. Nesta perspectiva, a Polícia Civil trabalha de forma célere e eficaz para garantir que os infratores sejam responsabilizados na forma da lei. 


O suspeito foi recolhido ao sistema prisional e a expectativa do delegado é concluir o inquérito em 30 dias.



 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade