UAI
Publicidade

Estado de Minas LESTE DE MINAS

Falso policial civil é preso por vender CNH na zona rural de Ipanema

O falso policial também deu o golpe em moradores da zona rural de Caratinga e Simonésia, prometendo entregar a CNH sem que a pessoa fizesse os exames do Detran


17/09/2021 12:35 - atualizado 17/09/2021 13:01

Os materiais e objetos encontrados em poder do falso policial, pelos verdadeiros policiais
Os materiais e objetos encontrados em poder do falso policial, pelos verdadeiros policiais (foto: Polícia Civil/Divulgação)

Os moradores da zona rural de Ipanema, Simonésia e Caratinga, caíram no golpe da “CNH falsa”, aplicado por um homem de 39 anos, que se passava por policial civil. Mas nem todas as pessoas abordadas pelo homem acreditaram na proposta tentadora que ele fazia, de entregar a CNH sem a realização de exames e testes, geralmente, feitos pelo Detran.
 
Os moradores do Córrego de Suísso, zona rural de Caratinga, foram os primeiros a procurar a Polícia Civil de Ipanema, denunciando o golpe. Disseram que um homem que se apresentava como policial civil e servidor do Detran, oferecia a CNH mediante o pagamento de valores que variavam entre R$5 e R$7 mil. E prometia entregar o documento em 120 dias.
 
Ao receberem a denúncia, os policiais civis da Delegacia de Ipanema partiram para as investigações. Receberam a informação de que o falso policial estaria no distrito de Santo Antônio, em Caratinga, e em São Joãozinho, em Ipanema.
 
Na tarde de quinta-feira (16/9), os policiais conseguir cercar o falso policial, em uma estrada vicinal, nas imediações do Córrego do Sossego. O carro em que o homem estava foi revistado pelos policiais civis, que encontraram porções de drogas, cartões e bloco de notas promissórias, além de dinheiro.
 
O veículo também apresentava sinais de que seus números identificadores haviam sido alterados. Em seguida, policiais civis de Ipanema e Caratinga cumpriram um mandado de busca e apreensão na casa do falso policial, em Caratinga.
 
A Polícia Civil informou que as investigações prosseguem para identificar as vítimas do golpe. O homem foi conduzido à delegacia onde foi autuado por crime de estelionato e posse de drogas.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade