UAI
Publicidade

Estado de Minas INTERNAÇÃO

Vereador de Uberlândia terá que fazer traqueostomia para tratar COVID-19

Thiarles Santos (PSL) está intubado; segundo assessoria, os pulmões ainda precisam responder ao tratamento contra o coronavírus


16/09/2021 12:19 - atualizado 16/09/2021 12:34

Vereador está hospitalizado desde 24 de agosto
Vereador está hospitalizado desde 24 de agosto (foto: Redes sociais/Reprodução)
O vereador de Uberlândia Thiarles Santos (PSL) terá que passar por uma traqueostomia para o tratamento contra a COVID-19. O parlamentar está internado desde 24 de agosto, oito dias após ter testado positivo para coronavírus. No mês passado ele havia apresentado uma proposta no Legislativo local para desobrigar o uso de máscaras no município do Triângulo Mineiro para vacinados.
 
Segundo nota emitida pela assessoria do vereador, já era para Santos ter passado pela traqueostomia, mas o procedimento teve que ser adiado por uma instabilidade que não foi especificada. “Os órgãos vitais seguem preservados e em funcionamento, porém os pulmões ainda precisam responder ao tratamento”, diz a nota.
 
Ainda de acordo com assessoria, foi iniciado um novo antibiótico e o quadro clínico do parlamentar municipal, embora delicado, foi estabilizado.
 
Ele está na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) de um hospital privado de Uberlândia desde o primeiro dia em que deu entrada na unidade. A intubação, contudo, aconteceu no dia 4 de setembro.

Desobrigação de máscaras
Um Projeto de Lei protocolado pelo vereador na Câmara de Uberlândia pretende mudar legislação local para desobrigar o uso de máscaras que estão completamente vacinadas.

Na justificativa, ele diz que o “uso prolongado pode agravar sintomas de pessoas com problemas respiratórios pré-existentes, pois o ar quente dentro da máscara pode dificultara respiração e desencadear crises respiratórias (…). Se a máscara for muito apertada também pode causar ansiedade, alterando padrões respiratórios e causando desconforto”.
 
No PL, contudo, consta como fonte uma reportagem cuja veiculação é de março de 2020, quando estudos sobre a COVID-19 eram iniciais e nem havia vacina contra a doença. Imunizados também transmitem o vírus.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade