UAI
Publicidade

Estado de Minas TRAGÉDIA FAMILIAR

Homem é suspeito de matar a mulher dele a facadas em condomínio de luxo

Caso aconteceu no início da tarde desta quarta-feira (15/9), no Condomínio Vale do Sol, em Funilândia


16/09/2021 09:16 - atualizado 16/09/2021 16:11

A vitima teria escondido as armas de fogo do marido momentos antes do ocorrido
A vitima teria escondido as armas de fogo do marido momentos antes do ocorrido (foto: Reprodução/Street View)
Uma tragédia familiar chocou moradores da cidade de Funilândia, município a 28 km de Sete Lagoas, nesta quarta-feira (15/9). Pablo Rangel Tavares, de 42 anos, é suspeito de esfaquear até a morte a esposa, Marli da Rocha Batista, de 52. A ocorrência aconteceu em uma residência no Condomínio Vale do Sol, na MG-238. 
 
De acordo com a Polícia Militar, a vítima fez uma solicitação de atendimento alegando que o companheiro e a sogra haviam invadido a casa e estavam a agredindo. Quando os militares chegaram ao local, encontraram Marli caída no sofá, já sem vida. 
 
O caseiro da residência afirma que Pablo saiu rumo a Sete Lagoas no início da manhã e voltou, por volta de 9h, com a sua mãe. Assim que chegaram na casa, teve início uma briga entre as duas mulheres. O conflito foi amenizado pelo caseiro, que saiu para terminar suas tarefas. 
 
Entretando, segundo depoimento dele aos militares, momentos depois, a sogra saiu da residência gritando “a Marli está morta.” 
 
Aos militares a sogra informou que o filho a buscou para passar uns dias no condomínio, mas chegando lá foi agredida pela vítima. Dessa forma, orientou o filho a pegar os pertences e voltar a Sete Lagoas. Porém, a violência por parte da nora não cessou e o filho interveio, dando facadas na companheira. 
 
Ainda de acordo com a PM, foi identificado que a vítima fez uma ligação para uma colega de trabalho, pouco antes do ocorrido, afirmando que iria esconder as armas de Pablo no sótão. De acordo com Marli, o marido estava muito transtornado e ela estava com medo. 
 
Porém, ao realizar uma busca no local, os militares não encontraram as armas. Foram encontradas 17 munições calibre 280, 13 munições calibre 845, três carregadores e uma mira laser. 
 
As testemunhas foram encaminhadas para a delegacia para prestar depoimento. O suspeito está foragido. A Policia Militar e a Policia Civil realizam diligências em busca do suspeito.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade