Publicidade

Estado de Minas VEJA COMO FAZER

Viçosa abre cadastro para vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos

O cronograma para a vacinação contra COVID-19 dos adolescentes ainda não foi divulgado; prefeitura aguarda o envio de doses pelo Ministério da Saúde


14/09/2021 21:07 - atualizado 14/09/2021 21:17


De acordo com o executivo, mais de 72% da população viçosense está vacinada com a 1ª dose(foto: Imagem ilustrativa - Leandro Couri/EM/D.A Press)
De acordo com o executivo, mais de 72% da população viçosense está vacinada com a 1ª dose (foto: Imagem ilustrativa - Leandro Couri/EM/D.A Press)
 
 
O grande momento da geração Tik Tok está chegando em Viçosa, na Zona da Mata mineira. Na tarde dessa segunda-feira (13/9), a Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Setor de Atenção Primária em Imunizações, divulgou o cadastro de vacinação contra a COVID-19 para adolescentes de 12 a 17 anos. O cadastro pode ser feito no site da prefeitura
 
Conforme orientação do Ministério da Saúde, a vacinação será feita por etapas. Os primeiros serão os adolescentes com deficiência permanente, seguido pelos garotas e garotas que apresentam comorbidades, gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto) e, por fim, a população geral. 
 
Apesar do cadastro, as datas para o início da imunização não foram divulgadas. Segundo a prefeitura, ainda não há um calendário estabelecido para a vacinação deste público. “O cronograma é divulgado conforme o envio de doses feito pelo Ministério da Saúde, seguindo a logística estabelecida pelo Governo de Minas”, explica. 
 
O Executivo ainda salienta que o adolescente e seu responsável devem acompanhar a divulgação dos cronogramas de vacinação disponibilizado nas mídias oficiais da Prefeitura de Viçosa. 
 

Coronavírus em Viçosa

 
O município contabiliza, desde o início da pandemia, 9.057 confirmações por COVID-19, sendo que 8.905 pessoas já se recuperaram da doença. São 20 casos ativos atualmente e 132 óbitos registrados.
 
O Hospital São João Batista possui 10 leitos de CTI e nenhum está ocupado. Dos 20 leitos clínicos ofertados, um é ocupado por paciente positivo de Viçosa. A taxa de ocupação é de 5%.

Já no Hospital São Sebastião (HSS), todos os sete leitos de CTI estão disponíveis. Também estão vagos os 10 leitos clínicos adultos. Dos quatro leitos clínicos pediátricos ofertados, dois estão ocupados por um paciente positivo e outro com suspeita de Viçosa.
 
Até o momento, um caso da variante Delta foi confirmado no município. E a prefeitura afirma que novas estratégias serão traçadas para combater a nova cepa indiana.   


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade