UAI
Publicidade

Estado de Minas 15 PESSOAS CONTAMINADAS

Após volta às aulas da saúde, UFJF registra 147 suspeitas de COVID-19

Outras 15 pessoas já testaram positivo para o novo coronavírus; Universidade de Juiz de Fora retomou as aulas presenciais em quatro cursos da saúde em julho


31/08/2021 20:28 - atualizado 01/09/2021 00:10

Dados foram coletados entre 1º de julho e 24 de agosto e constam no primeiro boletim informativo do sistema Busco Saúde, desenvolvido pela UFJF(foto: Caique Cahon/UFJF)
Dados foram coletados entre 1º de julho e 24 de agosto e constam no primeiro boletim informativo do sistema Busco Saúde, desenvolvido pela UFJF (foto: Caique Cahon/UFJF)

 
Após a retomada das atividades presenciais em quatro cursos da área de saúde no início de julho deste ano, a Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) confirmou que 15 pessoas foram infectadas com a COVID-19. Outros 147 casos são tratados como suspeitos de contaminação pelo novo coronavírus.
 
Os dados foram coletados entre 1º de julho e 24 de agosto e constam no primeiro boletim informativo do sistema Busco Saúde – uma plataforma desenvolvida por pesquisadores da UFJF, com um sistema para auxiliar no registro e monitoramento dos sintomas de COVID-19 da comunidade universitária.
 
O documento aponta que – diante das notificações de casos suspeitos – estudantes representam 63% do total, docentes correspondem a 10%, Técnico-Administrativos em Educação (TAEs) compreendem 3% e 1% corresponde aos funcionários terceirizados.
 
Na identificação por sexo, homens representam 32% dos casos suspeitos, enquanto as mulheres somam 68% do quantitativo.
 
A proposta é de que alunos, docentes, TAEs e terceirizados se cadastrem na plataforma Busco Saúde e, caso tenham algum sintoma ou contato com alguém infectado com COVID-19, procedam com a devida notificação no sistema.
 
De acordo com os dados publicados no boletim informativo, são 1.404 usuários cadastrados. Dentre eles, são 1.195 estudantes de graduação (85,1%), 58 TAEs (4,1%), 133 docentes (9,5%) e 18 terceirizados (1,3%).
 

Queda de casos de COVID-19

 
Apesar das contaminações e casos suspeitos, a UFJF destaca que a plataforma Busco Saúde aponta uma estabilidade no número de monitoramentos realizados – assim como uma redução de 75% nos registros de novos casos confirmados – ao comparar a 33ª semana epidemiológica com a 32ª.
 
Entre 10 e 24 de agosto, houve redução na média móvel de novos casos e no total de membros da comunidade universitária monitorados – o que configura uma diminuição de 100% e 33,3%, respectivamente.
 

Aulas retomadas para cursos de saúde

 
A instituição, localizada na Zona da Mata mineira, deu início, no dia 5 de julho, às atividades presenciais – com cerca de 1.500 alunos – nas faculdades de odontologia, medicina e enfermagem em Juiz de Fora e de odontologia no polo da universidade em Governador Valadares.
 
No entanto, para os demais cursos, o Conselho Superior (Consu) da UFJF decidiu, na última sexta-feira (27/8), que a universidade permanecerá com a suspensão de suas atividades presenciais até o dia 28 de setembro deste ano. A medida atende à recomendação do Comitê de Monitoramento e Orientação de Condutas sobre o novo Coronavírus da instituição.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade