Publicidade

Estado de Minas FRIO EM BH

PBH recebe alerta de pessoas em situação de rua no frio pelo telefone 153

População da cidade poderá ligar para solicitar ajuda a moradores que precisarem; serviço emergencial funcionará apenas durante a noite, até quinta-feira (5/8)


02/08/2021 15:42 - atualizado 02/08/2021 17:09

Com alerta de frio intenso, prefeitura reforça atitudes de proteção dessa população(foto: Jair Amaral/EM/D.A Press)
Com alerta de frio intenso, prefeitura reforça atitudes de proteção dessa população (foto: Jair Amaral/EM/D.A Press)
A Prefeitura de Belo Horizonte disponibilizou o número 153 para chamadas de emergência com intenção de atendimento e acolhimento das pessoas em situação de rua nas noites frias. Esse plantão está mobilizado até a próxima quinta-feira (5/8) e funcionará exclusivamente no período da noite. 
 
Segundo a PBH, o serviço pode ser ampliado deacordo com os alertas de frio emitidos pelos meterologistas. Com um novo alerta de frio intenso durante esta semana, a capital mineira terá temperaturas em torno de 12°C nas primeiras horas da manhã até segunda-feira (9/8), segundo a Defesa Civil.
 
Devido às baixas temperaturas, a PBH reforçou as estratégias de proteção à população em situação de rua, com atuação de vários setores e utilizando a estrutura do Centro de Operações (COP) do município. 
 
O planejamento é executado pela Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania (SMASAC), Secretaria Municipal de Saúde (SMSA), Defesa Civil e a Secretaria Municipal de Segurança e Prevenção (SMSP), que, por meio da Guarda Municipal e do COP, faz o monitoramento e adota medidas necessárias para o atendimento e acolhimento desse público.
 
Segundo a prefeitura, o município conta com 600 vagas diárias de acolhimento na modalidade casa de passagem com oferta de alimentação, higienização, guarda de pertences e pernoite. Nas unidades, já foi criado um monitoramento especial das vagas e, se necessário, farão a ampliação emergencial dentro das estruturas existentes. 
 
E caso essas estruturas cheguem à ocupação total, serão utilizadas hospedagens parceiras, preparadas para o acolhimento humanizado dos moradores em situação de rua. 
 
O COP funciona 24 horas, podendo acionar as equipes quando for necessário. Em casos de emergência no período da noite, como hipotermia, a população de BH pode ligar no telefone 153 e pedir ajuda para o morador de rua. 

Fora as emergências noturnas, a PBH também aceita pedidos de ajuda através do Portal de Serviços, clique AQUI para acessar. 
 
De acordo com a prefeitura, os serviços de saúde também estão com o protocolo especial ativado, podendo receber pessoas em situação de rua a qualquer momento. Caso os agentes públicos em campo percebam necessidade de atendimento nessa população, poderão acionar o Samu para encaminhamento à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) mais próxima.  
 
Além disso, as unidades também estão orientadas ao acolhimento específico, inclusive durante o dia, de moradores com sintomas gripais ou suspeita de COVID-19.
 
Quanto à alimentação desse público, os cardápios dos Restaurantes Populares e das unidades de acolhimento passam por adequações nutricionais para a estação de inverno.
 
*Estagiária sob supervisão da editora-assistente Vera Schmitz


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade