Publicidade

Estado de Minas TRIÂNGULO MINEIRO

Adolescente suspeito de matar a tia com facada nas costas

O rapaz teve um surto no sábado, em Uberaba, e chegou a ser atendido em unidade de saúde na manhã de domingo, antes do crime. Ele fugiu, mas foi apreendido


02/08/2021 15:38 - atualizado 02/08/2021 16:36

Segundo relatos de testemunhas à PM, o suspeito teria ameaçado a vítima de morte um dia antes do crime(foto: PMMG/Divulgação)
Segundo relatos de testemunhas à PM, o suspeito teria ameaçado a vítima de morte um dia antes do crime (foto: PMMG/Divulgação)
A Polícia de Uberaba apreendeu um adolescente, de 17 anos, suspeito de matar a tia, de 52, com uma facada nas costas, na manhã deste domingo (1/8). O crime aconteceu em residência, situada no Bairro Boa Esperança, no Triângulo Mineiro.
 
Segundo relatos de dois parentes dos envolvidos, que moram na casa, o suspeito teve um surto psicótico poucas horas antes do crime (noite de sábado, 31/7), quando quebrou o celular da vítima. Durante o suposto surto, ele teria afirmado que se alguém chamasse a polícia ele mataria a todos.
 
Ainda de acordo com o Boletim de Ocorrência (BO), o suspeito chegou a ser encaminhado para unidade de pronto atendimento da cidade no início da manhã desse domingo, por volta das 6h, foi liberado e retornou para a sua casa.
No entanto, ao chegar houve outra discussão com a tia e teriam entrado em luta corporal. O adolescente teria pegado uma faca e golpeado a vítima nas costas, segundo o BO. Após o crime, ele saiu correndo, fugiu, mas foi apreendido pela polícia.

Segundo a polícia, "o jovem, de 17 anos, foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Plantão e foi apreendido em flagrante por ato infracional análogo ao crime de homicídio". 
 
A perícia técnica da Polícia Civil (PC) compareceu ao local do assassinato, recolheu a arma usada e também a documentação de constatação de óbito, confeccionada por médica do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).
 
Em seguida, o corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML).
 
As investigações estão sendo feitas pela Delegacia de Proteção à Pessoa e Homicídios (DHPP) de Uberaba.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade