Publicidade

Estado de Minas SOLIDARIEDADE

Guarda-chuva vira saco de dormir para moradores de rua; saiba como doar

Projeto paulista recolhe doações de sombrinhas para fabricar sacos de dormir com o tecido; confira como doar de Minas Gerais


29/07/2021 19:08 - atualizado 29/07/2021 20:57

Doações são destinadas aos moradores de rua de São Paulo, mas há ponto de coleta de doação em Minas(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Doações são destinadas aos moradores de rua de São Paulo, mas há ponto de coleta de doação em Minas (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Sacos de dormir feitos do tecido usado em guarda-chuvas estão ajudando moradores em situação de rua no estado de São Paulo. A idealizadora do projeto, Kelen Messias, começou a receber doações de sombrinhas no ano passado e, agora, já são mais de 20 pontos de coleta distribuídos em três estados. Um dos locais fica em Minas Gerais, no município de Timóteo.
 
Segundo Kelen, a motivação para confeccionar os sacos veio de uma reportagem. "Tudo começou quando eu vi uma reportagem, no ano passado, do padre Júlio Lancellotti entregando uma espécie de saco para um morador de rua. O repórter perguntou o que era, e ele disse 'parece que é um saco de dormir que uma moradora fez'", disse.
 
"Aquilo me tocou muito e deu uma luz para iniciar o projeto. Conversei com meu esposo e tive apoio da minha família para começar. Hoje já conseguimos entregar mais de mil sacos em São Paulo, nos pontos mais críticos. Nossa intenção é ajudar os moradores em situação de rua. Aqui temos mais de 30 mil pessoas", explica a idealizadora do projeto.
 
 

Sem desperdícios 

 
Ela desenvolveu um molde de saco para dormir que utiliza 100% do tecido, o que evita desperdícios. "Eu consegui desenvolver um modelo de saco que ninguém faz, consigo aproveitar 100% do tecido do guarda-chuva, que fica com cerca de 2,60 metros de comprimento x 1,5 metros de largura. Fica ótimo, enorme". 
 
"Dormi nele em um numa noite bem fria e realmente esquenta. Pensei assim: 'poxa vida, preciso ter certeza do que estou fazendo'. Então eu dormi sem meia, sem nada para esquentar mais e saber se ajuda a quem faço as doações", conta Kelen.
 
Além dos pontos de arrecadação em São Paulo, o projeto "Guarda-Chuva e Você" ganhou um novo local de coleta, dessa vez em Minas. Uma clínica de fisioterapia no município de Timóteo, Região do Vale do Aço, está recebendo as doações no estado. 
 
Apesar do ponto de referência, também há outras formas de ajudar. "Normalmente as pessoas vão recolhendo em algum estabelecimento para dar uma quantidade boa, acima de 100 a 200 sombrinhas. Aí, alguém que vem pra São Paulo, traz. Também tem gente retirando os aros da sombrinha e enviando o tecido por Correio", explica Kelen.
 
Os interessados em doar sombrinhas para ajudar no projeto podem levar a doação para a FisioClínica, em Timóteo. 
 
Rua Geraldo Silverio de souza, 6 - Timirim, Timóteo 
(31) 3849-1084 FisioClínica
(31) 99231-9950 Aline Gonçalves
 
Outra opção é entrar em contato com a idealizadora por telefone e combinar formas de coleta e envio.
 
(11) 95372-8387 Kelen Messias
(11) 96668-5480 Luiz Antônio
 

Só São Paulo? 

 
Segundo Kelen, todas as doações estão sendo feitas a moradores em situação de rua de São Paulo, mas, se houver demanda e interesse em outros estados, ela está disposta a fabricar os sacos de dormir. "Neste primeiro momento o pessoal da clínica que está recebendo ainda não tem necessidade que entregue lá, mas, se precisar, eu mando. Sabemos que em todos os estados tem gente que precisa e estou completamente aberta a ajudar", finaliza.
 
*Estagiária sob supervisão do subeditor Thiago Ricci


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade