Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

COVID: quatro macrorregiões avançam para a onda verde em Minas

Minas Gerais registou queda de 9% na taxa de incidência da COVID-19 na última semana. Com isso, os pedidos de internação pela doença caíram 29,59%


29/07/2021 13:36 - atualizado 29/07/2021 14:04

Duas regiões seguem em onda vermelha: Nordeste e Triângulo do Sul(foto: Governo de Minas/ divulgação)
Duas regiões seguem em onda vermelha: Nordeste e Triângulo do Sul (foto: Governo de Minas/ divulgação)
As macrorregiões Centro-Sul, Jequitinhonha, Norte e Oeste avançam para a onda verde, a mais flexível do plano Minas Consciente, criado para promover a retomada segura e gradual da economia. Já a macrorregião Leste do Sul progrediu para a onda amarela.

Os dados foram apresentados nesta quinta-feira (29/7) durante reunião do Comitê Extraordinário COVID-19, que se reúne semanalmente para discutir a situação da pandemia no estado.

Seguem ainda na onda amarela as macrorregiões Centro, Noroeste, Leste, Sul e Triângulo Norte. Nordeste e Triângulo do Sul permanecem na onda vermelha. As alterações valem a partir do próximo sábado (31/7). 

Com isso, o número de cidades com menos de 30 mil habitantes que poderão progredir de onda, independentemente da situação em que se encontra a macro ou a microrregião, chegou a 100 nesta semana, registrando o melhor resultado do ano. Estas cidades registraram menos de 50 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

Queda na incidência da COVID


De acordo com o Governo de Minas, Minas Gerais registou queda de 9% na taxa de incidência da covid-19 na última semana em todo o estado. O Estado também registrou queda nos números de óbitos e de espera por leitos. A solicitação de internação pela doença caiu 29,59% na última semana.

 Atualmente, 34 pacientes aguardam vaga para uma UTI para tratamento da covid-19. Este número chegou a ser pelo menos seis vezes maior no início de junho.

A ocupação de leitos exclusivos para covid-19 no estado está em 54,69%, enquanto a ocupação dos de enfermaria está em 79,03%.

Eventos


O Comitê Extraordinário Covid-19 também aprovou nesta quinta-feira a criação de um grupo de trabalho para aperfeiçoamento dos protocolos do Minas Consciente para os setores de Eventos, Cultura e Entretenimento. Os representantes do governo estadual e dos segmentos se reunirão para que sejam discutidas e elaboradas, em 30 dias, novas medidas visando à segurança na retomada das atividades.

Vacinação


O secretário de Estado de Saúde, o médico Fábio Baccheretti, ressaltou que os indicadores têm melhorado devido ao avanço no processo de vacinação, mas lembrou que ainda não é a hora de se descuidar.

"Já ultrapassamos a marca de mais de 13,6 milhões de doses aplicadas. Com o avanço deste processo, temos observado a redução no número de óbitos, casos e, principalmente de internações, aliviando a pressão no sistema de saúde. Isso só comprova a eficácia e a importância da vacina. Temos que ficar atentos ao calendário da vacinação, incluindo a segunda dose, que é muito importante. Também não é a hora relaxarmos em relação aos cuidados. Devemos seguir com o uso de máscara e evitar aglomerações", alertou o secretário.

Números em Minas 


boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) nesta quinta-feira (29/7) mostra que Minas registrou 166 mortes causadas pela COVID-19, no período de 24h. No total o estado já soma 50.225 mortos pelo vírus desde março de 2020. O número total de casos de infecção confirmados chega a 1.954.421 no estado, sendo que 5.668 novos registros ocorreram  em 24h.
 
Os dados da SES mostram, no entanto, que houve uma redução de 403 casos se comparado com a última quarta-feira (28/7), quando foram registradas 6.071 ocorrências no período de 24h. 
 
Os casos em acompanhamento de pessoas ainda em tratamento somam 56.954, de acordo com os novos dados do boletim. Já o número total de recuperados do coronavírus somam 1.847.242, desde o início da pandemia.

(Com Gabriela Leão Lima)
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade