Publicidade

Estado de Minas COVID-19

Patos de Minas contraria agravamento na região e segue na onda amarela

Apesar de ser líder da microrregião que voltou à onda vermelha, município afirma que números da COVID-19 apontam para flexibilização maior


23/07/2021 21:57 - atualizado 23/07/2021 22:48

Município considera que números da COVID-19 permitem flexibilização de medidas de combate à pandemia(foto: SIMI/Divulgação)
Município considera que números da COVID-19 permitem flexibilização de medidas de combate à pandemia (foto: SIMI/Divulgação)
 
Apesar de ter registrado aumento na taxa de ocupação de leitos hospitalares por causa da COVID-19, e ser líder da microrregião que regrediu à onda vermelha do Plano Minas Consciente, a Prefeitura de Patos de Minas, no Triângulo Mineiro, decidiu se manter na onda amarela – que permite flexibilização maior no horário de funcionamento de serviços e comércio.
 
A decisão foi tomada no final da tarde desta sexta-feira (23/7) pelo Comitê Municipal que decide as ações tomadas durante a pandemia. Patos vai seguir, portanto, a classificação da macrorregião Noroeste, onde foi inserida pelo governo estadual. 
 
O último boletim divulgado aponta que a cidade teve 52 novos casos de infecçao pelo novo coronavírus confirmados, totalizando 16.092 desde março do ano passado. Um novo óbito confirmado nesta sexta elevou para 503 o número de mortes por causa da COVID-19.
 
Mesmo com a taxa de ocupação de leitos de enfermaria dos hospitais públicos e privados em 113,33%, e com 71,43% dos leitos de UTI ocupados, o coordenador do Comitê, Emerson Gontijo, afirma que o número de casos graves não aumentou.

"De fato tivemos um aumento no número de vagas de COVID, mas os dados mostram que não há crescimento significativo de casos graves e mortes, e que o sistema de saúde mantém taxa de ocupação de 60 a 70%", argumenta.
 
Apesar da lotação de leitos de enfermaria estar acima de 100%, não há pacientes desassistidos. Leitos que seriam destinados para pessoas com outras doenças foram modificados para receber os pacientes com COVID-19.
 
Na próxima terça-feira (27/7) uma nova avaliação dos números será feita pelo Comitê, para verificar se é possível manter a onda amarela ou se a cidade terá que regredir para a vermelha.

Festas e restaurantes

 
O protocolo atual permite que bares, restaurantes e lanchonetes funcionem com até 75% de ocupação dos espaços, desde que a distância entre mesas fique em 1,5m, e que festas possam acontecer com até 250 pessoas, dependendo do tamanho do espaço.
 
Os estabelecimentos que têm os chamados “espaço kids” e brinquedos podem permitir a entrada das crianças, desde que higienizem a área e os materiais a cada duas horas.
 
Já sobre a vacinação contra COVID-19, Patos de Minas está imunizando pessoas com 38 e 39 anos.

Neste sábado, a distribuição será das 8h às 15h em cinco unidades de saúde (Alto da Colina, Ipanema, Panorâmico, Guanabara e Padre Eustáquio).

Até agora 74.683 pessoas tomaram a primeira dose da vacina (cobertura vacinal em 63%), 30.409 a segunda dose, e 3.860 pessoas foram imunizadas com vacina de dose única.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade