Publicidade

Estado de Minas COPA LIBERTADORES

Torcedores do Galo são detidos após foguetório na porta de hotel do Boca

Estratégia era atrapalhar o sono da delegação do Boca Juniors, que enfrenta o Atlético nesta terça (20/7), pela Libertadores; 18 pessoas foram detidas


20/07/2021 06:48 - atualizado 20/07/2021 12:07

Entre as pessoas detidas estão menores de idade. Batalhão de Choque também foi acionado(foto: Polícia Militar/Divulgação)
Entre as pessoas detidas estão menores de idade. Batalhão de Choque também foi acionado (foto: Polícia Militar/Divulgação)
 
Após soltarem fogos de artifício na porta do Ouro Minas Palace Hotel, na Avenida Cristiano Machado, Região Nordeste de Belo Horizonte, para tentar atrapalhar o sono da delegação do Boca Juniors, 18 torcedores do Atlético foram detidos pela Polícia Militar (PM) na madrugada desta terça-feira (20/7).

Os clubes se enfrentam no Mineirão nesta noite na decisão das oitavas de final da Copa Libertadores. Os argentinos chegaram na segunda-feira (19/7) à capital e o foguetório da torcida rival teve início por volta das 23h. 



Segundo a PM, além de danificar o patrimônio, os fogos colocavam em risco a integridade física de quem passava pelo local.

Por volta da 1h40, militares do Batalhão de Rondas Táticas Metropolitanas (Rotam) foram para o local e tiveram que usar “munições químicas e de impacto controlado” para dispersar o grupo. De acordo com a polícia, ninguém foi atingido ou se feriu. 

As 18 pessoas conduzidas, entre elas menores de idade, foram levadas à delegacia pela contravenção penal de arremesso e colocação perigosa. Vários fogos foram apreendidos. O Batalhão de Polícia de Choque também participou da ação. 

Foguetes apreendidos pela PM com o grupo(foto: Polícia Militar/Divulgação)
Foguetes apreendidos pela PM com o grupo (foto: Polícia Militar/Divulgação)


O grupo foi levado ao Centro Integrado de Atendimento ao Adolescente Autor de Ato Infracional (CIA-BH). Ainda segundo a Polícia Militar, o cônsul da Argentina no Brasil foi informado sobre a ocorrência. 

A PM também esclareceu que, segundo informações obtidas no local, o hotel possui isolamento acústico, o que também consta no site da hospedagem. Assim, a população do entorno acabou sendo a mais afetada. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade