UAI
Publicidade

Estado de Minas AO VIVO

No Dia da Cobra, Funed quer mostrar que elas não são esses monstros

Fundação fará uma live às 18h e contará com três especialistas no tema, que vão focar na simbologia do animal, tirando alguns estigmas negativos que carrega


16/07/2021 16:08 - atualizado 16/07/2021 17:02

Funed quer desmistificar as cobras no dia dedicado a elas
Funed quer desmistificar as cobras no dia dedicado a elas (foto: Rafael Batista / Funed)
Nesta sexta-feira (16/7) é comemorado o Dia Mundial da Cobra e a Fundação Ezequiel Dias (Funed) vai celebrar a data com uma transmissão ao vivo em seu canal do YouTube, às 18h, com a participação de três convidados especialistas no tema.

O objetivo do evento é apresentar uma abordagem diferente sobre as serpentes e sua história na humanidade, principalmente seus diferentes símbolos em cada cultura.
 
A conversa será mediada pela bióloga e divulgadora da ciência, Giselle Cotta e, segundo ela, a live foi motivada pela vontade de desmistificar alguns estigmas que as cobras têm, fugindo das questões técnicas e morfológicas do animal, além de mostrar sua importância para a sociedade.
 
"A cobra está muito associada ao mal, à morte, ao medo. Com essa divulgação de conteúdo sobre os animais, tentamos tirar um pouco desse estigma que as serpentes têm, mostrar o significado do bicho no ambiente. Nossa ideia dessa vez foi trazer uma abordagem mais simbólica, a ideia é realmente fugir das questões técnicas que estamos acostumados, enquanto profissionais da saúde, e levar uma conversa mais leve para a sociedade", explica.
 
"Eu, como bióloga, percebo que tem um buraco nas informações, porque sempre trabalhamos de uma maneira mais técnica, associada à acidentes, características morfológicas de cada grupo. Mas hoje resolvemos trazer uma coisa mais simbólica, artística e cultural", disse Giselle.
 
Cada especialista terá cerca de 40 minutos para apresentar e responder as dúvidas dos participantes, que poderão mandar as perguntas no chat da live. Veja quem são os convidados para o bate-papo:
  • Giuseppe Puorto- biólogo e pesquisador científico do Instituto Butantan e especialista em serpentes. 

  • Wallace Gomes- artista plástico e egiptólogo (especialista em estudos sobre o Antigo Egito).

  • Rejane Maria Lira da Silva- bióloga e coordenadora do Núcleo de Ofiologia e Animais Peçonhentos da Universidade Federal da Bahia.
De acordo com Giselle, o conteúdo de cada conversa será uma surpresa para os participantes, que poderão descobrir diversas curiosidades sobre as cobras, além de saber como são vistas em outras culturas.
 
"O Giuseppe vai falar um pouco sobre os trabalhos de campo que ele está fazendo, principalmente do Norte do país, e o significado das cobras nas regiões. A Rejane fará um passeio pelo Nordeste, trazendo símbolos mais populares na região, além de falar sobre a relação das serpentes com a África e Austrália, locais em que já esteve. Já o Wallace vai falar sobre as cobras no Egito, seus diversos símbolos, nomes científicos que foram inspirados na mitologia egípcia e abordar os aspectos cotidianos e sagrados", explica a mediadora.
 
A live batizada de "Ah! Agora a Cobra vai falar!", vai ao ar nesta sexta-feira (16/7), às 18h, no canal do YouTube da Funed
 
*Estagiária sob supervisão do editor Álvaro Duarte



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade