Publicidade

Estado de Minas BAIRRO COLÉGIO BATISTA

Polícia descobre drogas em pensão e três são presos em BH

Homem que ocupava quarto no local foi alvo de denúncias anônimas. Casal envolvido com o caso foi detido em outra residência, segundo a PM


14/07/2021 09:41 - atualizado 14/07/2021 10:46

Pensão fica no Bairro Colégio Batista, Região Leste de BH. Morador foi alvo de denúncias anônimas(foto: Reprodução da internet/Google Maps)
Pensão fica no Bairro Colégio Batista, Região Leste de BH. Morador foi alvo de denúncias anônimas (foto: Reprodução da internet/Google Maps)
Um homem de 27 anos e um casal de 20 e 31 foram detidos suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas. O caso ocorreu na noite dessa terça-feira (13/7) no Bairro Colégio Batista, Região Leste de Belo Horizonte.

De acordo com a Polícia Militar (PM), foram feitas denúncias anônimas informando que havia tráfico de drogas em uma pensão na Rua Guanhães, esquina com a Rua Jacuí. Um homem que estava no local havia alugado um quarto e, de lá, guardava e distribuía drogas na região metropolitana da capital. Ainda segundo a denúncia, ele usava um carro branco que ficava estacionado perto do imóvel. 

Diante das informações, os policiais seguiram para o endereço e começaram a monitorar, de longe, a movimentação. Eles observaram as ações do suspeito e resolveram abordá-lo. 

Nessa revista, foram apreendidos com ele um pedaço grande de skunk, que é um tipo de maconha mais forte, e uma chave. Em seu carro havia mais duas barras de maconha.

Os policiais foram até o quarto dele e acharam uma balança de precisão, skunk e pedaços de maconha em um prato. Ainda havia um fundo falso dentro do guarda-roupas, onde foi encontrada mais uma balança, quatro barras de maconha e várias embalagens vazias.

Conforme a PM, algumas pessoas no local disseram ter percebido o forte cheiro da droga anteriormente, e que o responsável sempre entrava e saía bem rápido. 

Ainda de acordo com a polícia, o homem detido disse que a droga não pertencia a ele e que era responsável apenas pelo transporte e entrega. Eles acabaram chegando aos outros envolvidos por meio dos documentos de outro homem achados no quarto.

Eles foram até a casa desse suspeito e foram recebidos pela namorada dele, de 20 anos. Ela autorizou a entrada da polícia e, conforme o registro da PM, ao ser questionado sobre o quarto na pensão ele disse que os materiais eram dele e que vinham do Paraguai. Ele não quis dizer quem era o responsável por buscar a droga no país vizinho. 

Várias buchas de maconha foram recolhidas no quarto da jovem, que disse ser usuária. Os suspeitos e o material apreendido foram levados para a Central de Flagrantes 1 (Ceflan 1) da Polícia Civil. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade