Publicidade

Estado de Minas APÓS QUEDA NOS INDICADORES

Uberaba vive expectativa de liberar casamentos e festas daqui a 15 dias

Queda em indicadores da COVID-19 faz com que administração municipal cogite liberar eventos como casamentos e festas de aniversário


29/06/2021 16:27 - atualizado 29/06/2021 17:21

Uberaba vislumbra a possibilidade de retomar os eventos particulares ainda na primeira quinzena de julho(foto: Neto Talmeli/Prefeitura de Uberaba)
Uberaba vislumbra a possibilidade de retomar os eventos particulares ainda na primeira quinzena de julho (foto: Neto Talmeli/Prefeitura de Uberaba)
 
Sem trabalhar há mais de 450 dias, integrantes do setor de eventos de Uberaba, no Triângulo Mineiro, vislumbram, enfim, uma retomada. A prefeitura autorizou a realização de eventos corporativos no sábado (26/6) e cogita liberar, na primeira quinzena de julho, eventos sociais e particulares - tais quais casamentos, batizados e festas de aniversário.
 
A administração municipal aposta na melhoria dos indicadores da COVID-19 para autorizar o funcionamento do setor após mais de um ano parado. “Em 15 dias, vamos reavaliar e a nossa perspectiva é de que os dados estejam ainda mais positivos, possibilitando a retomada de mais setores - incluindo o de eventos, que foi o primeiro a parar e até hoje não retornou às atividades", afirma a prefeita de Uberaba, Elisa Araújo (Solidariedade).
 
 
Depois de contabilizar mais de 200 mortes causadas pelo novo coronavírus nos meses de abril e maio, junho registra 97 óbitos em 28 dias. "Estamos avançando aos poucos, com muita cautela e consciência. No decreto 674, publicado na última sexta-feira (25/6), o governo municipal liberou a realização de eventos corporativos com protocolos rígidos que devem ser seguidos”, ressaltou Elisa Araújo.
 
Com o novo decreto, desde sábado (26/6) está liberada a realização de eventos corporativos, prática de atividades esportivas coletivas amadoras e funcionamentos de cinemas e parques infantis. Mas o novo decreto manteve a proibição de festas, eventos sociais e reuniões familiares, com multa de até a R$ 20.600,00.
 
Um grupo de empresários foi recebido na prefeitura nessa segunda-feira (28/6) e entregou um documento com sugestões para o setor paralisado há 455 dias. "O setor de eventos gera renda direta e indireta para centenas de famílias, e é o que se encontra em estado mais crítico. A solicitação é que ocorra a retomada das atividades de forma gradual e muito responsável, com protocolos de segurança que serão seguidos por todos os prestadores de serviços", afirmou a empresária Taciana Afonso.
 
A administração municipal se comprometeu a levar a solicitação ao Comitê Técnico de Enfrentamento à COVID-19 e ao Legislativo.
  

Mortes por COVID em queda

 
O número de óbitos por COVID-19 em Uberaba apresenta queda. Em abril, mês mais letal da pandemia na cidade, foram registradas 233 mortes e, em maio, 214. Já entre os dias 1º e 28 de junho, foram anotados 97 óbitos pela doença
 
A ocupação de leitos de enfermaria também apresenta dados alentadores. A cidade possui 209 leitos, somando as redes particular e pública. Após passar os últimos dois meses com cerca 150 postos ocupados, a cidade registrou nessa segunda-feira ocupação de 97.
 
O único indicativo que não registrou queda foi o de ocupação de leitos de UTI para COVID. A quantidade de internações preocupa desde o fim de fevereiro, sempre perto do limite. Na segunda-feira (28/6), 89 de 103 disponíveis estavam ocupados. 

Desde o início da pandemia, foram contabilizados em Uberaba 33.188 casos positivos, sendo que 1.112 pessoas morreram e 29.469 se recuperaram.
 

Vacinação avança

Nesta terça-feira (29/6), foi iniciada em Uberaba a vacinação contra a COVID do público com 57 anos. Além disso, a cidade segue atendendo nesta semana a população por idade e todos os demais grupos prioritários já iniciados:
 
  • trabalhadores da saúde
  • estudantes da saúde que fazem estágio na área
  • idosos acima de 60 anos, pessoas com comorbidades e deficiência permanente
  • trabalhadores e estagiários da educação
  • gestantes, puérperas e lactantes (até 6 meses)
 
Segundo o último Vacinômetro de Uberaba, já foram aplicadas um total de 145.748 doses. Do total, 107.114 tomaram apenas a primeira dose, enquanto 38.634 já estão integralmente imunizados. Conforme dados da Secretaria Municipal de Saúde, em torno de 2.500 pessoas não compareceram para receber a 2ª dose da vacina contra a COVID-19.
 
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade