Publicidade

Estado de Minas ACIDENTE

Trânsito na BR-365 é liberado com retirada de bitrem que caiu em rio

Este foi o terceiro e último dia de trabalho e não houve derramamento de combustível no curso d'água


21/06/2021 14:19 - atualizado 21/06/2021 14:31

O segundo tanque e o cavalo mecânico foram retirados do Rio Araguari, em Uberlândia(foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)
O segundo tanque e o cavalo mecânico foram retirados do Rio Araguari, em Uberlândia (foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)
A rodovia BR-365 foi liberada no início da noite desse domingo (20/6), depois de passar toda a tarde fechada em dois pontos para retirada de parte de um bitrem submerso ao lado da ponte sobre o Rio Araguari, em Uberlândia.

O veículo caiu na água na noite de quinta-feira (17/6), quando duas pessoas se feriram e um homem morreu atropelado.
Este foi o terceiro e último dia de trabalho. Mergulhadores do Corpo de Bombeiros desacoplaram o cavalo mecânico do tanque que ainda estava no rio e passou cintas para içamento das cargas.

Foi necessário novo transbordo de 23 mil litros de etanol que restante no tanque. Posteriormente o guindaste retirou não só reboque como o cavalo mecânico.

Houve a aplicação de líquido gerador de espuma (LGE) para minimizar risco de explosão. O produto é biodegradável. Não aconteceu derramamento de combustível no rio.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) também acompanhava o serviço, já que a BR-365 ficou interditada completamente na saída de Uberlândia, sentido Patos de Minas, no entroncamento da rodovia com o anel viário, e também no KM 580 da BR-365, entroncamento com a LMG 748. Era preciso desvio por de Araguari.

A interdição durou cerca de cinco horas, com o tráfego sendo completamente liberado às 18h.

O veículo de carga despencou na ponte quando o motorista foi surpreendido com o trânsito parado e não havia sinalização. Para evitar uma batida com os carros à frente, ele jogou a carreta para fora da pista.

Neste manobra, contudo, um homem de 55 anos, que estava na ponte, foi atropelado. Ele morreu na hora. Na sequência, o bitrem caiu na água.



 



O casal que estava no bitrem de carga sofreu ferimentos leves e foi retirado da água por bombeiros. O homem atropelado seria o motorista de uma carreta que parou na pista, devido a problemas mecânicos. Esse veículo encostado é que teria feito com que trânsito parasse no trecho.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade