Publicidade

Estado de Minas INVASÃO

Site da PBH sofre novo ataque de hacker nesta quarta-feira (9/6)

Representante da área de segurança da Prodabel esteve na tarde desta quarta na Delegacia de Crimes Cibernéticos para registrar as ocorrências


09/06/2021 17:59 - atualizado 09/06/2021 18:18

''Oia nois aqui de novo'', anunciaram os hackers em novo ataque ao sistemda PBH(foto: Reprodução/WhatsApp)
''Oia nois aqui de novo'', anunciaram os hackers em novo ataque ao sistemda PBH (foto: Reprodução/WhatsApp)
Um dia depois de ser alvo de ataque de hacker, o Sistema Digital de Fiscalização (SIF) da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) foi invadido novamente no início da tarde desta quarta-feira (9/6). Ao entrar no sistema, os servidores encontraram a mensagem ''Oia nois aqui de novo" (sic).

Na terça-feira (8/6), uma invasão similar ocorreu. Ao entrar no sistema, os servidores encontraram uma mensagem que atacava diretamente o prefeito Alexandre Kalil (PSD) por causa das restrições impostas ao comércio durante a pandemia.

Em coletiva na tarde desta quarta-feira (9/6), Kalil se pronunciou sobre o episódio de terça-feira. "O sistema não foi hackeado, aquilo é um sistema interno. Ele se manteve no ar normalmente durante o dia. Já estive ameaçado muitas vezes durante a minha vida. Se Deus me poupou do sentimento, me poupou do sentimento do medo", disse.

Logo em seguida, o ataque voltou a ocorrer e foi confirmada pela administração municipal. "A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da PRODABEL, informa que houve, novamente, um incidente com alteração de conteúdo de uma página no portal da PBH. Como aconteceu anteriormente, nenhum dado foi perdido ou vazado, tendo ficado poucos minutos no ar. Em breve, o portal estará funcionando normalmente", informou por meio de nota. 

A PBH ressaltou que representante da área de segurança da Prodabel esteve à tarde na delegacia de Crimes Cibernéticos registrando a ocorrência sobre o incidente de ontem, e seria feito um novo boletim sobre o ataque de hoje (09).

"Foi entregue um relatório preliminar de 26 páginas sobre as páginas do portal afetadas, informando também o que foi postado nas mesmas. A equipe técnica da Prodabel continua levantando dados que possam auxiliar na identificação dos possíveis autores para ajudar na investigação da Polícia Civil", finalizou.

O ataque anterior


“Prefeito Kalil, todas as suas ações como gestor de uma das maiores capitais brasileiras serviram para o fim de manter burocracias e destruir a economia. Os empresários de Belo Horizonte te amaldiçoam”, dizia a mensagem congelada na tela dos computadores da prefeitura.

O texto continua demonstrando a insatisfação com a administração de Kalil. “Fechar os comércios não faz de você um salvador de vidas, mas um parasita que tira a comida de todos que dependem do próprio trabalho e não da política”, continua a mensagem.

O sistema que foi atacado é gerenciado pela Empresa de Informática e Informação do Município de Belo Horizonte (Prodabel) e tem todas as informações de ações fiscais. É o canal em que o fiscal registra as interdições, autos, relatórios, tanto na rua através do tablet, de casa, ou do local de trabalho.

Segundo fiscais que trabalham na prefeitura, todo o trabalho do setor foi paralisado por causa do ataque. A prefeitura informou que nenhum dado foi perdido ou vazado. Foi feito um boletim de ocorrência na Polícia Civil, especializada em crimes cibernéticos.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade