Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

Uberaba marca para agosto volta às aulas presenciais

Decisão foi tomada durante reunião entre a Secretaria Municipal de Educação e a Promotoria de Defesa da Educação e dos Direitos da Criança e do Adolescente


27/05/2021 16:26 - atualizado 27/05/2021 16:33

A reunião que decidiu a volta às aulas na rede municipal de Uberaba contou com participações do governo municipal e da Promotorias de Justiça de Defesa da Educação e dos Direitos da Criança e do Adolescente(foto: Prefeitura de Uberaba/Divulgação)
A reunião que decidiu a volta às aulas na rede municipal de Uberaba contou com participações do governo municipal e da Promotorias de Justiça de Defesa da Educação e dos Direitos da Criança e do Adolescente (foto: Prefeitura de Uberaba/Divulgação)
Em Uberaba, no Triângulo Mineiro, a volta às aulas presenciais na rede municipal, no modelo híbrido e escalonado, começará pelo 5º ano e acontecerá no início de agosto.
 
Após reunião dessa quarta-feira (26/5) entre a Secretaria de Educação de Uberaba (Semed) e a Promotoria de Justiça de Defesa da Educação e dos Direitos da Criança e do Adolescente ficou decidida a volta às aulas após o recesso escolar de julho, inicialmente contemplando 83 turmas do 5° ano, que totalizam 1.929 alunos distribuídos em 31 escolas da rede municipal.

A previsão é que alunos do 3º período e 5º ano da EJA (Educação de Jovens e Adultos) e turmas do 9º ano e do pré-II também devem retornar em agosto.
 
“Nós temos condições de voltar com essas turmas e, conforme os números da pandemia, após 15 dias do retorno, poderemos ampliar para outras séries”, disse a secretária de Educação de Uberaba, professora Sidnéia Zafalon.

Segundo ela, a Semed está preparando uma cartilha, em parceria com a Secretária Municipal de Comunicação, para a comunidade escolar voltar às aulas com segurança. A cartilha, que deverá ter versões impressa e virtual, contará com informações sobre distanciamento social, higiene das mãos, entre outros cuidados para contenção do vírus.
 
O secretário de Saúde de Uberaba, Sétimo Bóscolo, que também participou da reunião, ressaltou que os pais não devem mandar seus filhos à escola se eles ou algum familiar estiverem com síndrome gripal. A recomendação, ainda segundo Bóscolo, também vale  para os servidores.
 

Plano de volta às aulas tem três eixos

 
A apresentação do plano de volta às aulas presenciais na rede municipal de ensino de Uberaba será consolidada em um amplo documento que será encaminhado ao Ministério Público na próxima semana.
 
O plano é sustentado em três eixos: pacto com a segurança, pacto pelo acolhimento e pacto com a aprendizagem.
 
No pacto com a segurança, conforme a Semed, são contempladas questões como cuidados para evitar a contaminação pelo novo coronavírus.
 
Com relação ao pacto pelo acolhimento, “a meta é trabalhar a recepção dos alunos e seus responsáveis, além dos servidores.
 
Já o pacto com a aprendizagem visa à formação de professores, avaliação diagnóstica, atividades remotas e presenciais, entre outras ações”, declarou nota da pasta.
 
Durante a reunião dessa quarta-feira, a diretora de Ensino da Semed, Luciana Gouvêa, apresentou o plano e as ações desenvolvidas pela pasta desde o início do ano ao coordenador regional das Promotorias de Justiça de Defesa da Educação e dos Direitos da Criança e do Adolescente (Credca), o promotor André Tuma e ao promotor Rafael Calil Tannus (Infância e Juventude e Saúde).
 
“Vimos que o plano está construído e o que se busca é o equilíbrio para adequar a situação de pandemia com a necessidade de volta às aulas. Esperamos o material por escrito porque nossa preocupação é a mesma de vocês: os alunos”, considerou Tuma.
 
Além da secretária do Semed e do secretário da Saúde de Uberaba, participaram da reunião outros integrantes do governo municipal: a secretária de Comunicação, Celi Camargo, a procuradora-geral do Município, Fabiana Gomes Pinheiro Alves, o assessor de Assuntos Regionais da Prefeitura, Caio Presotto, que representou a prefeita Elisa Araújo, que cumpre agenda em Brasília, a secretária adjunta de Educação, Cristiana Borges e o assessor jurídico da Pasta, Leonardo Tosta.
 

UTI/COVID no limite desde fevereiro

 
Assim como em fevereiro, março e abril, a ocupação UTI/COVID, tanto pública quanto privada, continua ou no limite ou perto disto neste mês de maio.

Segundo último boletim epidemiológico divulgado pela Prefeitura de Uberaba, dos 103 leitos de UTI para pacientes com COVID-19 disponíveis na cidade, 97 estão ocupados, sendo que de 60 existentes na rede pública, 56 estão com pacientes. Dos 43 da rede privada, há 41 pessoas em estado grave.
 
Já em relação aos leitos de enfermaria para pacientes com COVID-19, de 209 disponíveis, 150 estão ocupados; de 142 da rede pública, há 114 pacientes; e de 67 da rede privada, 36 estão ocupados.
 
Desde o início da pandemia em Uberaba foram contabilizados 28.550 casos positivos, sendo 961 mortes e 24.515 de recuperados.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade