Publicidade

Estado de Minas GREVE DO METRÔ

Metroviários mudam de ideia e voltam a operar fora de horário de pico em BH

Paralisação estava programada para ocorrer entre o horário de 10h às 16h


26/05/2021 10:34 - atualizado 26/05/2021 10:46

(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Cerca de dez minutos após fecharem as estações do metrô de Belo Horizonte para os passageiros, em razão da greve pela vacinação dos metroviários, os trabalhadores voltaram a operar as linhas do transporte por volta das 10h desta quarta-feira (26/5). 

Mais cedo, a assessoria de imprensa da CBTU havia informado ao Estado de Minas que estava em negociação com alguns dos profissionais para que, mesmo em greve, operassem durante o horário que havia sido anunciado para a paralisação, das 10h às 16h.

Por decisão do Sindicato dos Empregados em Transportes Metroviários e Conexos de Minas Gerais (Sindimetro/MG), as linhas estavam programadas para funcionarem apenas nos horários de pico, das 5h30 às 10h e das 16h às 20h, com escala reduzida.

A paralisação é pela não inclusão da categoria no público prioritário para a vacinação contra a COVID-19. A ideia inicial era para uma greve integral, mas decisão da Justiça do Trabalho obrigou o expediente nos horários de maior demanda.

“Solicitamos a toda categoria, independente da sua opinião pessoal, que se junte aos demais colegas que votaram pela paralisação. Essa paralisação, diferente de todas as outras que fizemos anteriormente, é pelas nossas vidas, pelas vidas de nossos parentes e em respeito àquelas que se foram”, afirmou Romeu Machado, presidente do Sindimetro/MG.
 
Esta matéria está em atualização 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade