Publicidade

Estado de Minas TRÁFEGO

Trânsito em BH: confira novos desvios no Complexo da Lagoinha

Manutenção preventiva causa alterações de circulação de veículos


25/05/2021 18:15 - atualizado 25/05/2021 18:40

Obras no viaduto Leste/Oeste deixam o trânsito intenso no Complexo da Lagoinha (foto: 10/03/2021 - Leandro Couri/EM/D.A Press )
Obras no viaduto Leste/Oeste deixam o trânsito intenso no Complexo da Lagoinha (foto: 10/03/2021 - Leandro Couri/EM/D.A Press )

O trânsito no Complexo da Lagoinha deve continuar complicado nos próximos meses. A Prefeitura de Belo Horizonte precisou fazer interdições pontuais para realizar uma série de intervenções preventivas em viadutos e contenções no local que dá acesso às Avenidas Antônio Carlos e Cristiano Machado. Ao todo, três viadutos do complexo receberão os serviços, além de um muro de arrimo no local.


A prefeitura informou que o acesso à pista do Move do Túnel da Lagoinha, sentido Centro/Bairro, está interditada. Os ônibus devem trafegar pela pista mista (sentido Centro/Bairro) retornando à pista do Move após a saída do túnel, próximo ao cruzamento da rua Pitangui.

De acordo com a PBH, o acesso à pista do Move do Túnel da Lagoinha, sentido Centro/Bairro, está previsto para permanecer interditado até o final da próxima semana, quando os trabalhos nesse trecho serão concluídos.

A prefeitura reforçou ainda que as interdições irão acontecer enquanto durar as manutenções, das 9h às 16h, nos dias úteis, e das 9h às 18h, nos finais de semana.

“Faixas de pano e sinalização orientam os motoristas que devem reduzir a velocidade e trafegar com atenção na região”, garantiu a prefeitura.

Os trabalhos são de responsabilidade da Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap) e a previsão de conclusão dos serviços é de até cinco meses. O investimento nesta etapa é de aproximadamente R$ 800 mil.

Manutenção constante

Outras estruturas do Complexo da Lagoinha receberam recentemente serviços de manutenção. Ainda neste ano o Viaduto Oeste recebeu novas muretas centrais de concreto armado e, no final do ano passado, os túneis do complexo também passaram por recuperação e a região recebeu nova iluminação de LED.

Essas obras fazem parte do programa de manutenção preventiva da Prefeitura de estruturas chamadas “Obras de Arte Especiais” (OAEs), que incluem viadutos, pontes, trincheiras e passarelas, conforme explica o superintendente da Sudecap, Henrique Castilho.

“As OAE´s sofrem desgastes ao longo do tempo e por isso eventualmente é necessário realizar intervenções para manter um bom estado de preservação e prolongar sua vida útil. Este é um trabalho de natureza continuada, executado em toda a cidade”, afirma o superintendente.
 
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade