Publicidade

Estado de Minas CRIME

Homem é morto a facadas e carbonizado em São Joaquim de Bicas

Um casal que estava próximo ao local do crime foi preso, suspeito de ter cometido o assassinato


16/05/2021 20:52 - atualizado 16/05/2021 22:08

Foto ilustrativa da Polícia Militar(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Foto ilustrativa da Polícia Militar (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Um homem, de 57 anos, foi encontrado carbonizado no Bairro Residencial Fernando Costa, em São Joaquim de Bicas, Região Central de Minas Gerais, neste domingo (16/5). A Polícia Militar constatou perfurações de faca e, próximo ao local, um casal foi preso, suspeito de ter cometido o crime.

Segundo o boletim de ocorrência, a PM foi acionada por volta das 5h20 e a equipe do Corpo de Bombeiros já estava no local apagando o incêndio do veículo.

Policiais encontraram o corpo de um homem, que estava carbonizado, em um lote próximo. Ele apresentava sinais de morte com violência. Segundo os militares, havia várias lesões perfurantes na região abdominal, possivelmente facadas. Foram acionados perícia e rabecão.

Próximo ao local havia marcas de passos e pneus, que ligavam a uma residência. A PM encontrou, em uma mesa na varanda, uma faca de cozinha com cabo sujo de sangue. Chamaram pelos moradores e foram atendidos por um casal, o homem de 28 anos e a mulher de 26, que apresentavam manchas de sangue nas roupas e escoriações no corpo.

Eles contaram que vieram de São Paulo havia alguns meses e estavam acampados na região. Conheceram um indivíduo que emprestou a casa para eles morarem sem pedir pagamento de aluguel.

De acordo com os policiais, ele falou que não usou a faca e desconhecia as manchas de sangue na roupa. Ainda alegou que não conhecia a vítima e negou qualquer participação na morte.

Outra versão


Já a mulher informou aos policiais que as manchas de sangue eram de uma briga que eles tiveram, e o homem tinha usado a faca para agredi-la.

Ela sofreu um corte na perna e o sangue nas roupas seria devido a essa lesão. A mulher também informou não conhecer a vítima e não ter tido participação na morte.

A faca e as vestes dos autores foram apreendidos pela perícia. Também foi encontrado um celular dentro de uma caixa na residência – uma testemunha alegou serem objetos da vítima.

Os dois foram presos como suspeitos.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade