Publicidade

Estado de Minas INVASÃO

Após aranhas gigantes, gambás aparecem em prédio no Buritis, em BH

Dois gambás foram encontrados por uma moradora na manhã desta segunda; um deles estava morto


10/05/2021 15:13 - atualizado 10/05/2021 15:55

Animal foi encontrado por morador de prédio no Buritis(foto: Reprodução/Redes Sociais)
Animal foi encontrado por morador de prédio no Buritis (foto: Reprodução/Redes Sociais)
 
Depois do aparecimento de aranhas gigantes, agora foi a vez de dois gambás serem encontrados por uma moradora de um prédio, no Bairro Buritis, Região Oeste de Belo Horizonte, na manhã desta segunda-feira (10/5). Um deles estava morto e o outro foi encontrado acuado.
 

Segundo a moradora, o Ibama foi acionado que, por sua vez, orientou que ele ligasse para a Polícia Ambiental. Pouco mais de um hora, a viatura compareceu ao prédio e o animal foi resgatado pelos militares. O gambá será encaminhado para um local para se recuperar e depois será solto. 

Polícia Ambiental foi a responsável pelo resgate do gambá(foto: Reprodução/Redes Sociais)
Polícia Ambiental foi a responsável pelo resgate do gambá (foto: Reprodução/Redes Sociais)

Aranha gigante

Na última quarta-feira (05/05), uma moradora de um prédio no Buritis encontrou uma aranha “gigante” no banheiro de seu apartamento. Moradores da localidade relatam que seus prédios têm sido invadidos pelos bichos, do tamanho da mão aberta de um adulto.

Renata Barros, dona da casa invadida pelo animal, mora com o marido Eduardo Barros e as duas filhas de 1 e 5 anos. Ela conta que se deparou com a aranha no banheiro de casa por volta de 13h. "Tomei um baita susto! Quando vi aquela criatura enorme, do tamanho de uma mão aberta, gritei meu marido. Ele achou que eu estava exagerando, até que viu a cena!" 

Sem saber como agir e com medo de que o bicho viesse a atacar as crianças, o casal chegou a acionar autoridades, empresas e especialistas. Porém, como ninguém se dispôs a capturar a aranha, o desafio ficou por conta dos próprios moradores. 

Renata Barros informou ao Estado de Minas, nesta segunda-feira (10/5), que a dedetização no prédio já está sendo realizada. Para ela, o aparecimento da aranha pode ter ligação com uma construção abandonada que fica próxima ao prédio.

“Uma das nossas suspeitas é uma construção abandonada que tem aqui na rua. Além da mata, tem uma construção abandonada há anos. Mandaram fotos do local cheio de lixo, uma sujeira, muito nojento. Acho que pode ter vindo até de lá”, afirma. 
 
Construção abandonada e a mata podem ter favorecido o surgimento das aranhas no prédio(foto: Renata Barros/Arquivo pessoal)
Construção abandonada e a mata podem ter favorecido o surgimento das aranhas no prédio (foto: Renata Barros/Arquivo pessoal)
 
 
* Estagiário sob supervisão da subeditora Ellen Cristie.  
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade