Publicidade

Estado de Minas MEIO AMBIENTE

PM realiza operação de combate a crimes ambientais em zonas rurais de Minas

Ação do Batalhão de Polícia de Meio Ambiente marca os 40 anos de atividade da unidade no estado; combate às queimadas é um dos objetivos


29/04/2021 09:16 - atualizado 29/04/2021 10:44

Operação conta com o trabalho de cerca de 900 policiais militares(foto: PMMG/Divulgação)
Operação conta com o trabalho de cerca de 900 policiais militares (foto: PMMG/Divulgação)
Uma operação da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), por meio do Batalhão de Polícia de Meio Ambiente (BPMAmb), foi iniciada nesta quinta-feira (29/4) em todas as regiões rurais do estado. 

Denominada “Semper in Agro” – Sempre no Campo”, a ação tem como objetivo a prevenção e repressão aos crimes ambientais, visando a preservação e proteção do meio ambiente e o aumento da segurança para a população do interior de Minas.

Segundo o comandante do BPMAmb, tenente-coronel Lages, cerca de 900 policiais militares foram reunidos para realizar a força-tarefa.

“Estamos utilizando 100% do nosso efetivo pronto, ou seja, aqueles que não estão com dispensa médica ou férias estão trabalhando nesta operação nas zonas rurais de Minas Gerais. Vamos naqueles locais que temos a incidência de infrações ambientais e crimes comuns, como tráfico de drogas e de arma de fogo”, disse o comandante.

PMMG/Divulgação(foto: Policiais já inciaram as fiscalizações na represa das Várzeas da Flores, em Betim)
PMMG/Divulgação (foto: Policiais já inciaram as fiscalizações na represa das Várzeas da Flores, em Betim)
A iniciativa também marca os 40 anos de criação do Batalhão de Polícia de Meio Ambiente e dos 55 anos das atividades da PM em prol da causa. De acordo com o tenente, ao longo de toda essa semana, já foram efetuadas outras operações pela preservação da fauna e flora, pesca e recursos hídricos, além de fiscalizações de atividades potencialmente poluidoras. 

“Nesta quinta (29/4), especificamente, que o Batalhão está fazendo 40 anos, essa operação tem um cunho mais repressivo, principalmente com a criminalidade violenta na zona rural”, acrescentou Lages.

Dentro dos crimes ambientais que são cometidos nesta época do ano, o comandante do BPMAmb destacou a prática de queimadas e faz um apelo à população para que denuncie pelo Disque Denúncia 181, caso se depare com a situação.

“Estamos entrando no período de estiagem e começa uma incidência muito grande de queimadas e crimes com esse cunhão. Então, peço a população que evitem colocar fogos, evitem as queimadas, é uma época em que o fogo se alastra muito rápido”, alertou.
 
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade