Publicidade

Estado de Minas PATRIMÔNIO

Arquiteto Joel Campolina recusa presidência do Iepha-MG

Ele substituiria Michele Arroyo, que ficou seis anos no cargo


27/04/2021 23:12 - atualizado 27/04/2021 23:16

Joel Campolina foi convidado há 15 dias para presidir a instituição (foto: DIVULGAÇÃO )
Joel Campolina foi convidado há 15 dias para presidir a instituição (foto: DIVULGAÇÃO )
O arquiteto, urbanista e professor Joel Campolina recusou o cargo de presidente do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha), órgão vinculado à Secretaria de Estado da Cultura.

Na noite desta terça-feira (27/04), Campolina postou a seguinte nota no Instagram: "Há cerca de 15 dias, fui honrado com o convite do meu amigo e colega, secretário de Turismo de Minas Gerais, Leônidas Oliveira, para assumir a presidência do Iepha-MG, substituindo Michele Arroyo, que também já conhecia e sabia da dedicação e competência dela no exercício do cargo".

Campolina escreveu ainda que "a princípio, por gostar de desafios, me vi interessado em avaliar mais atentamente essa oportunidade. Afinal, na minha vida inteira de dedicação como arquiteto, urbanista e professor na universidade, estava acostumado a lidar e sempre gostei de equacionar problemas e transformar incertezas em materialidades. Foi assim quando aceitei assumir a Presidência da gestão fundadora do CAU-MG, uma autarquia federal, mesmo sem nunca ter exercido tarefas no Crea-MG e desconhecer as particularidades daquela instituição, que até então abrigava nossa categoria."

E mais: "Me orgulho de ter conseguido em três curtos anos, a partir do zero absoluto, transformar em realidade concreta o que efetivamente não existia. Fui surpreendido com a antecipação da minha nomeação para o cargo.
Agradeço de coração as toneladas de apoios e incentivos recebidos das mais diversas fontes. Agora, faço a escolha de não assumir a Presidência do Iepha- MG. Justifico pelo fato de entender que, nesses tempos de incertezas, devo dedicar todo o meu tempo e energia na continuidade da única coisa que, em termos da prática profissional privada, sempre tive como permanente: Meu escritório de arquitetura, urbanismo e consultoria".


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade