Publicidade

Estado de Minas EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

PBH vai comprar 45 mil chips para alunos e professores

Itens devem seguir para estudantes do 6º ao 9º ano. Objetivo é retomar aulas daqueles que estão em alfabetização nas próximas semanas


23/04/2021 19:22 - atualizado 23/04/2021 20:04

-->-->-->-->

Cerca de 40 mil chips devem chegar aos estudantes de BH em maio. Outros 5 mil vão seguir para os professores(foto: Reprodução/Igor Sperotto)
Cerca de 40 mil chips devem chegar aos estudantes de BH em maio. Outros 5 mil vão seguir para os professores (foto: Reprodução/Igor Sperotto)

 

A Prefeitura de BH abriu um chamamento público para comprar 45 mil chips para facilitar a comunicação entre estudantes e professores pela internet. O investimento de R$ 4,5 milhões servirá para garantir o serviço por um ano, segundo o Executivo municipal.

 

De acordo com a prefeitura, os chips devem chegar às casas dos professores e estudantes já em maio deste ano. Dos 45 mil, 40 mil vão para aqueles que cursam do 6º ao 9º e 5 mil para os docentes da mesma faixa etária.

 

Além disso, a prefeitura pretende, em breve, chamar os alunos de 6 aos 8 anos para o retorno às aulas presenciais. Já nesta segunda (26/4), professores da educação infantil estão convocados para planejar aulas com objetivo de receber os estudantes de 0 a 5 anos no próximo dia 3.

 

Porém, os professores optaram por uma greve sanitária nessa quinta (22/4). O sindicato da categoria informou que só vai orientar o retorno presencial quando a pandemia for controlada ou os profissionais da educação vacinados.

 

“A negociação com as operadoras foi longa e vem se desenrolando desde outubro de 2020, resultando em um chamamento que trará a efetividade do trabalho remoto e economia de escala. O valor conquistado na negociação é de R$8,40, o que, em escala, trará economia de mais de R$ 10 milhões no comparativo com os preços praticados no mercado”, informou a prefeitura em nota.

 

O Executivo municipal também planeja comprar mais 20 mil tablets até o fim do semestre, mas encontra dificuldades por causa da escassez do produto no mercado.

 

Até esta sexta (23/4), conforme números da prefeitura, professores devem receber 1.196 notebooks em breve. Ao mesmo tempo, os estudantes receberam outros 2 mil tablets desde o início da pandemia.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade