Publicidade

Estado de Minas PRESENCIAL

PBH compra uniformes escolares e volta às aulas fica mais próxima

O prefeito Alexandre Kalil (PSD) deve divulgar em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (19/4) mais detalhes sobre o retorno presencial dos alunos


19/04/2021 11:57 - atualizado 19/04/2021 14:02

PBH compra novos uniformes escolares e prefeito Alexandre Kalil (PSD) deve anunciar volta às aulas presenciais nesta segunda-feira (19/4)(foto: PBH/Divulgação)
PBH compra novos uniformes escolares e prefeito Alexandre Kalil (PSD) deve anunciar volta às aulas presenciais nesta segunda-feira (19/4) (foto: PBH/Divulgação)
A volta às aulas presenciais em Belo Horizonte parece estar cada vez mais próxima. A prefeitura, via Secretaria Municipal de Educação,  empenhou R$ 5.924.521,50 para a compra de uniformes escolares. Nesta segunda-feira (19/4), o prefeito Alexandre Kalil (PSD) deve dar mais detalhes sobre o retorno em coletiva de imprensa, marcada para às 14h.

A aquisição do material foi divulgada na última terça-feira (13/4), no Diário Oficial do Município (DOM) e assinada pela secretária municipal de Educação,  ngela Imaculada Loureiro de Freitas Dalben. O pedido inclui camisa, bermuda ou short-saia e jaqueta escolar pela empresa Sonar Comercial LTDA com prazo de até 31/12/2021.
 

O Estado de Minas pediu um posicionamento da secretaria, mas foi informado que “todas as questões serão respondidas na coletiva de hoje às 14h”. 
 
Em fevereiro, a PBH sinalizou para uma possível volta presencial em março, dependendo dos indicadores da pandemia. A administração municipal chegou a publicar um protocolo de segurança de combate ao novo coronavírus para as escolas. Umas das principais mudanças será em relação ao tempo permitido dentro de sala de aula e a ocupação de apenas 50% do espaço.
 
 
No protocolo, o responsável pelo aluno deveria assinar termo de responsabilidade antes do retorno às atividades presenciais, que deverá contemplar o respeito às medidas de prevenção à COVID-19 dentro e fora de casa.

De acordo com a administração municipal, a escola iria capacitar professores e demais colaboradores para fiscalização das medidas de prevenção. Vale ressaltar que professores, diretores, coordenadores e funcionários pertencentes ao grupo de risco não estavam na lista para serem convocados nas aulas presenciais. E, caso algum aluno, professor ou colaborador apresente febre ou algum outro sintoma de COVID-19, deverá ser afastado e informar imediatamente à escola, sendo proibido o seu comparecimento.
 
Mais informações vão ser divulgadas pelo prefeito Alexandre Kalil às 14h. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade