Publicidade

Estado de Minas CRIMINALIDADE

Homem é preso suspeito de estuprar bebê da companheira no Barreiro

Mãe denunciou o caso na semana passada. Desde então, moradores revoltados estavam à caça do suspeito, que foi localizado ontem pela PM


13/04/2021 08:53 - atualizado 13/04/2021 10:04

Homem foi levado para a Demid, na Região Centro-Sul da capital(foto: Reprodução da internet/Google Maps)
Homem foi levado para a Demid, na Região Centro-Sul da capital (foto: Reprodução da internet/Google Maps)
 
Um homem de 50 anos é suspeito de estuprar uma menina de 1 ano e oito meses, filha da companheira dele, na Região do Barreiro, em Belo Horizonte. O crime, segundo a Polícia Militar (PM), foi denunciado na última sexta-feira (9/4) e o homem foi detido na tarde dessa segunda (12/4). Ainda de acordo com a polícia, ele estava ameaçado de linchamento na comunidade. 

A mãe da criança tem outra filha e morava com o suspeito há dois meses. A mulher contou à PM que, na semana passada, eles estavam na Praça Modestino de Sales Barbosa, no Bairro Flávio Marques Lisboa, quando ela saiu para comprar um lanche e deixou a bebê com o companheiro. 

Ao voltar, ela encontrou a criança chorando bastante e viu sinais de estupro nela. A mulher voltou para a casa e contou tudo aos filhos do companheiro. 

O caso se espalhou e, de acordo com a PM, familiares da criança, moradores e também os criminosos da comunidade passaram a procurá-lo. Eles planejavam, segundo a polícia, executá-lo com requintes de crueldade. Para evitar um novo crime, foi montado um grande aparato policial para localizá-lo.

De acordo com a Polícia Militar, eles acabaram descobrindo que o suspeito pretendia ir para Oliveira, no Centro Oeste de Minas Gerais. Após receberem informações de parentes do homem de que ele estava disposto a se entregar, ele acabou detido nesta segunda (12/4).

O homem não resistiu à prisão e foi levado à Divisão Especializada em Atendimento à Mulher, ao Idoso e à Pessoa com Deficiência e Vítimas de Intolerância (Demid). 

Nesta manhã, a assessoria de imprensa da Polícia Civil informou ao Estado de Minas que o procedimento para apurar o caso já foi instaurado. “Para preservar as investigações, detalhes serão repassados em momento oportuno”, diz a instituição. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade