Publicidade

Estado de Minas Alívio

Prefeitura de Juiz de Fora suspende cobrança de parcelas do IPTU

Em função dos prejuízos causados pela pandemia de Covid-19, regra vale para os próximos três meses


07/04/2021 11:29 - atualizado 07/04/2021 12:36

Juiz de Fora está na onda roxa do programa Minas Consciente(foto: Marcos Alfredo)
Juiz de Fora está na onda roxa do programa Minas Consciente (foto: Marcos Alfredo)
A Prefeitura de Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira, suspendeu a cobrança de três parcelas doImposto sobre Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) e taxas conjuntas. Devido à situação da pandemia de COVID-19 na região, o decreto N.º 14.461 - publicado nesta quarta-feira (7/04) - adia para outubro a volta da cobrança dos tributos. 

 
 
Desde 13 de março, Juiz de Fora está na onda roxa do programa estadual Minas Consciente. Somente serviços essenciais podem funcionar. O comércio está fechado e a cidade tem toque de recolher das 20h às 5h.
 
De acordo com a prefeita Margarida Salomão (PT), o decreto é uma forma de amenizar a situação sanitária grave e econômica que a cidade se encontra. “Temos uma redução muito grande das atividades econômicas em uma forma geral. Para a nossa cidade, esse é um desafio que devemos identificar, enfrentar e superar.”
 

Boletim 

 
De acordo com o último boletim epidemiológico, Juiz de Fora está com taxa de 95,57% de ocupação de leitos UTI SUS Covid. A cidade registra 21 mortes nas últimas 24 horas, totalizando 1.141 óbitos em decorrência da Covid-19. Os casos confirmados somam 25.218 e os recuperados 21.012.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade