Publicidade

Estado de Minas PERTO DO COLAPSO

Uberaba: 60 novos leitos COVID não conseguem frear avanço de internações

Nos hospitais públicos da cidade, as taxas de ocupações, tanto de leitos de enfermaria como de UTI para pacientes com a COVID-19, estão perto do limite


23/03/2021 20:53 - atualizado 23/03/2021 21:22

Paciente sendo encaminhado para ala de enfermaria do Hospital Regional(foto: Prefeitura de Uberaba/Divulgação)
Paciente sendo encaminhado para ala de enfermaria do Hospital Regional (foto: Prefeitura de Uberaba/Divulgação)

Em Uberaba, no Triângulo Mineiro, a habilitação de 60 leitos/COVID-19 nas últimas duas semanas, no Hospital Regional José Alencar e no Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (HC-UFTM), ambos públicos, e um plano de contingência que já chegou ao limite não conseguem frear o avanço das internações de pacientes infectados pelo novo coronavírus. 

 
De acordo com o último boletim epidemiológico, divulgado na noite desta terça-feira (23/3), os hospitais públicos da cidade estão perto do colapso total depois de registrarem, nas últimas 24 horas, taxa de ocupação de UTI/COVID em 93% e de enfermaria/COVID em 90%. 
 
Além disso, também está perto dos 100% a taxa de ocupação dos leitos particulares de UTI/COVID – neste momento, em 97%.

Já a ocupação de enfermaria privada para pacientes com a COVID está em 57%.
 
Outra triste constatação do atual boletim epidemiológico de Uberaba é que, pela segunda vez neste mês, foram contabilizadas 10 mortes em 24 horas, maiores índices desde o início da pandemia – o outro registro foi no dia 15.

A cidade totaliza, atualmente, 459 mortes causadas pela COVID-19.  
 
Último boletim epidemiológico, em Uberaba, divulgado na noite desta terça-feira (23/3)(foto: Prefeitura de Uberaba/Divulgação)
Último boletim epidemiológico, em Uberaba, divulgado na noite desta terça-feira (23/3) (foto: Prefeitura de Uberaba/Divulgação)
 
 

Hospital de campanha em Uberaba?

 
Diante dessa situação alarmante, o secretário municipal de Saúde, Sétimo Boscolo, disse que existe a possibilidade da cidade receber um hospital de campanha. “Estamos levantando os custos para apresentar para a prefeita.
 
O Hospital Regional tem condições físicas de receber mais 10 leitos de UTI e 18 de enfermaria para pacientes com a COVID-19 e o nosso plano de contingência já chegou ao limite”, explicou o secretário sobre os motivos de existir a possibilidade de montar um hospital de campanha na cidade, sem endereço e local ainda definidos. 
 
Sétimo Boscolo afirmou que esse hospital, que teria somente leitos de enfermaria, pode ser até mesmo em uma estrutura de lona ou dentro, por exemplo, do centro olímpico do município.
 
“Uberaba tem caixa para isso (para montar um hospital de campanha). Ele pode ser até mesmo de lona, mas com toda estrutura necessária e digna para receber pacientes com a COVID-19. Isso é uma tentativa de ampliar os leitos”, afirmou.
 
A cidade conta hoje com 89 leitos de UTI/COVID, sendo 55 públicos e 34 privados; e 205 leitos de enfermaria COVID, 142 públicos e 63 privados.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade