Publicidade

Estado de Minas Assassinato

Polícia prende dupla que cometeu assassinato na última semana em Mariana

Crime foi motivado por dívida de drogas


08/03/2021 19:12 - atualizado 08/03/2021 21:05

Corpo foi desovado no matagal no Parque das Andorinhas(foto: ParquedasAndorinhas.OuroPreto.mg.gov.br)
Corpo foi desovado no matagal no Parque das Andorinhas (foto: ParquedasAndorinhas.OuroPreto.mg.gov.br)

Um dia depois de ter deixado a cadeia, onde estava sob investigação por tentativa de homicídio, um homem de 23 anos assassinou, a facadas, com a ajuda de um menor, de 17 anos, um homem identificado como Júlio de Paula, que estava desaparecido desde a última quarta-feira, na cidade de Mariana, na Região Central de Minas Gerais.

 

As investigações foram conduzidas pelo delegado Walysson Henriques, de Mariana, que contou que na última quarta-feira, recebeu uma queixa de um irmão da vítima, sobre o desaparecimento de Júlio, assim como de seu veículo, um Jeep Renegade, de cor vermelha.

 

 

A partir dessa queixa, as investigações foram iniciadas. Primeiro, os policiais encontraram o veículo, abandonado no Bairro Alto da Cruz, em Mariana. “No entanto, o veículo estava trancado, e não havia sinais de arrombamento e mesmo qualquer fato suspeito”, diz o delegado.

 

 

No veículo, os policiais encontraram uma nota de supermercado, com data de quarta-feira passada. Imediatamente foram até o local e pelas câmeras de segurança viram a vítima em companhia do maior e do menor.

 

 

Identificados os dois suspeitos, os policiais conseguiram chegar ao homem de 23 anos e ao menor, de 17, que confessaram o crime e contaram que a motivação foi o fato de Júlio, a vítima, ter uma dívida de drogas com o menor.

 

 

No dia do crime, os dois contaram que foram até o Bairro Parque das Andorinhas, com o intuito de fumar um baseado. Lá chegando, o menor cobrou a vítima e estes acabaram matando-o.

 

 

“Foram mais de 20 facadas. Depois do crime, eles arrastaram o corpo da vítima para dentro do matagal. Um detalhe que confirmou terem sido eles os autores do crime, é que retornaram, com o veículo, até o supermercado, no dia seguinte”, diz o delegado. O maior foi encaminhado para o sistema penal. O menor foi para o Juizado de Menores.

 

 

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade