Publicidade

Estado de Minas OCUPAÇÃO

COVID: leitos no Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba estão perto do limite

São pelo menos duas cidades com 100% de ocupação e outras três perto do limite de UTI's em atendimento


01/03/2021 12:17 - atualizado 01/03/2021 12:44

Em Uberlândia há apenas 4% dos leitos ainda sem ocupação(foto: Divulgação/Prefeitura de Uberlândia)
Em Uberlândia há apenas 4% dos leitos ainda sem ocupação (foto: Divulgação/Prefeitura de Uberlândia)
As principais cidades do Triângulo Mineiro e do Alto Paranaíba têm ocupação de leitos de UTI total ou perto do total por causa da grande demanda envolvendo pessoas contaminadas pelo coronavírus. A situação inclui leitos das redes pública e privada de saúde locais. As cidades têm, nesse momento, o risco de não conseguirem atender pacientes que venham a precisar de um leito em casos graves.

Uberlândia, maior cidade do interior, segundo último boletim divulgado, está com 96% de ocupação dos leitos. O município tem 271 pessoas alocadas em UTIs e 430 em enfermarias, incluindo todas as doenças. No fim da última semana, havia mais de 120 pessoas aguardando vagas em unidades de terapia intensiva.

Em Uberaba, segundo o último boletim epidemiológico, a taxa de ocupação dos leitos particulares de UTI/COVID está em preocupantes 94%, sendo que na última sexta-feira (26/02) este índice chegou aos 100%. A taxa dos leitos privados de enfermaria/COVID também sofreu leve queda nas últimas 24 horas, caindo de 90 para 87%.

Já em Araguari, a ocupação subiu desde a última semana e a única unidade de saúde da cidade que ainda tem leitos de UTI, a Santa Casa de Misericórdia, está com todos as 20 unidades ocupadas por pacientes em estado grave.

Ao mesmo tempo, no Pontal do Triângulo, Ituiutaba informou no fim de semana que não tem mais leitos disponíveis As 25 unidades SUS tratam pacientes, além de duas UTIs em hospitais privados na cidade. “O cenário momentâneo apresentado pelo município ocasiona variação intensa nos números, principalmente, com relação aos pacientes que se encontram nas UTIs COVID-19. A situação permanece extremamente preocupante, sendo que não há leitos de UTI mantidos pelo SUS disponíveis nesse momento”, disse em comunicado a Prefeitura de Ituiutaba

Alto Paranaíba


Patos de Minas
tem ocupação de 88% dos leitos num geral. Cntudo, os números de pacientes de COVID-19 nas redes público e privada avançam para além das unidades exclusivas para a doença. O boletim municipal mostra que a ocupação de leitos por pessoas com o coronavírus é de 164% em UTIs e 300% em casos clínicos.

Melhora


Já em Araxá, a situação mostra melhora nos últimos dias. A taxa de ocupação dos leitos de UTI/COVID, que já chegou a 100% no último mês, está em 62%. Ou seja, dos 16 leitos disponíveis, 10 estão ocupados, sendo cinco pacientes de Araxá, um de Campos Altos, um de Pedrinópolis, dois de Perdizes e um de Santa Juliana.

O último mês foi o pior para o município em número de mortes e casos positivos da COVID-19. Foram registrados, em fevereiro, 1.418 novos casos da doença, 377 casos a mais que janeiro, e 20 óbitos, nove a mais que outubro do ano passado.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade