Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

COVID-19: Minas informa que casos de variante são de pacientes do Amazonas

Secretaria de Estado de Saúde recebeu em Uberaba 18 pacientes vindos de Manaus, de onde se originaram os seis casos de Minas relatados pelo ministério


24/02/2021 11:01 - atualizado 24/02/2021 15:16

Dos 18 pacientes transferidos do Amazonas para Uberaba, seis apresentaram variante da COVID-19(foto: Reprodução)
Dos 18 pacientes transferidos do Amazonas para Uberaba, seis apresentaram variante da COVID-19 (foto: Reprodução)
 
A Secretaria do Estado de Saúde (SES-MG) informou que as variantes do novo coronavírus divulgadas pelo Ministério da Saúde em Minas nessa terça-feira (23/2) são de pacientes que vieram do Amazonas em 23 de janeiro. Eles foram deslocados para Uberaba, onde receberam cuidados médicos no Hospital Regional. No total, 18 pessoas ficaram em tratamento.
 
De acordo com a SES-MG, todo o protocolo de segurança orientado pelo Ministério da Saúde foi seguido. 

O ministério havia divulgado nessa terça-feira (23/4) que registrou 204 casos de variantes da COVID-19 no Brasil. Vários deles foram da variante do Amazonas, sendo notificados no próprio estado (60), em São Paulo (28), Goiás (15), Paraíba (12), Pará (11), Bahia (11), Rio Grande do Sul (9), Roraima (7), Paraná (5), Sergipe (5), Rio de Janeiro (4), Santa Catarina (4), Ceará (3), Alagoas (2), Pernambuco (1) e Piauí (1).
 
 
Além da variante brasileira, foi detectada no país uma variante do Reino Unido, chamada de B.1.1.7. Em relação à variante da Europa, o Ministério da Saúde disse que foram identificados 20 casos, sendo: São Paulo (11), Bahia (6), Goiás (2), Rio de Janeiro (1). Após investigação epidemiológica foi constatado que dois casos anteriormente informados como sendo do Distrito Federal são de Goiás, uma vez que os pacientes são residentes de cidades deste estado.  
 
“A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) informa que no dia 23/1, recebeu 18 pacientes com COVID-19, de Manaus (AM), que foram transferidos para o Hospital Regional de Uberaba necessitando de cuidados hospitalares. Por meio do sequenciamento genético, foi detectado a presença da nova variante do coronavírus P1 em seis pacientes vindos da capital amazonense”, diz a nota da Secretaria de Estado de Saúde.

“A nova linhagem contém uma composição única de mutações, que ocorrem principalmente na proteína spike, responsável pela entrada do vírus nas células humanas. A SES-MG, por meio da Funed, continua realizando a vigilância genômica para identificar a circulação da variante no estado”, prossegue nota da SES-MG.

Estudo paralelo

Um estudo divulgado por pesquisadores do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Minas Gerais (ICB-UFMG), em parceria com a Rede Corona-Ômica BR-MCTI, com colaboração do Instituto Hermes Pardini e da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), revelou, nesta terça-feira (23/02), a sequência de 25 genomas de SARS-CoV-2 que pertencem à variante do Reino Unido.

A variante mais agressiva e contaminante do novo coronavírus foi detectada em quatro cidades mineiras: Belo Horizonte, Betim, Araxá e Barbacena. A Secretaria Estadual de Saúde não confirma os dados. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade