Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

COVID-19: A fila da vacina para idosos nas cidades mais populosas de MG

Faixa-alvo da vacinação nesta semana e na próxima, na maioria das 10 cidades com mais habitantes, ainda é grupo de 90 anos ou mais


12/02/2021 04:00 - atualizado 12/02/2021 07:42

As vacinas começaram a ser aplicadas em janeiro em Minas e só agoram começam a chegar aos idosos que não vivem em asilos (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
As vacinas começaram a ser aplicadas em janeiro em Minas e só agoram começam a chegar aos idosos que não vivem em asilos (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
A vacinação em maiores de 60 anos, grupo de risco para a COVID-19, que não vivem em instituições de longa permanência para idosos (ILPIs) segue a passos lentos em nove das 10 cidades de Minas Gerais com as maiores populações depois de Belo Horizonte – a reportagem não obteve informações sobre Ribeirão da Neves, que faz parte da lista. 

A maior parte começou a vacinar idosos com mais de 90 anos nesta semana ou programa a imunização para a próxima. A principal exceção, em termos positivos, é Montes Claros, no Norte de Minas, que tem 409.341 habitantes, segundo dados de 2019 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e já iniciou a imunização dos que têm 85 anos ou mais.

UBERLÂNDIA

População: 691.305
Vacinados: 6.900 (número parcial)
Idosos vacinados: cerca de 1.300, em asilos e acamados

Em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, a imunização contra a COVID-19 para idosos está na segunda dose, mas voltada para acamados e para aqueles que estão em instituições de longa permanência (ILPIs). Ao todo, o grupo recebeu pouco mais 1,3 mil unidades da vacina no município. A Prefeitura informou que a vacinação está sendo realizada de forma gradativa, de acordo com os grupos prioritários, ordem do cadastro e a quantidade de doses liberadas para a cidade. A maior parte dos imunizantes, até agora, foi aplicada em profissionais da saúde.
 
Dentro dos grupos de idosos que já se vacinaram, estão reservadas 771 doses para os atendidos nas 28 ILPIs locais e outras 546 unidades para que o grupo daqueles acamados receba a imunização completa em casa. Ao todo, são seis equipes da Secretaria Municipal de Saúde distribuídas nas quatro regiões da cidade para atender a este público. Todas são segunda dose.
 
Os idosos vacinados até o momento fazem parte dos primeiros grupos dentro da Fase 1 no plano municipal. Ainda é preciso vacinar idosos com mais de 75 anos que não estão nos subgrupos imunizados e só depois que o trabalho vai incluir pessoas com idades entre 60 e 74 anos. Por isso, é incentivado neste momento que o cadastramento prévio seja feito no Portal da Prefeitura de Uberlândia.

CONTAGEM

População: 663.855
Vacinados: 6.099 (1.435 com duas doses)
Idosos vacinados: 448, em asilos

Contagem, na Grande BH, começou a imunizar na terça-feira (9/2) com a segunda dose da vacina contra a COVID-19 os primeiros profissionais de saúde e idosos que vivem em instituições de longa permanência. Até quarta-feira, haviam sido vacinadas 6.099 pessoas com a primeira dose e 1.435 com a segunda.
 
O município já ofertou a vacina para todos os trabalhadores das unidades básicas de saúde (UBSs) e segue vacinando os profissionais da linha de frente que não receberam imunização, além dos da rede privada. Ontem, foi a vez de imunizar os trabalhadores de saúde da Unimed e dos hospitais Santa Rita e São José. Os profissionais de saúde estão sendo vacinados em seus locais de trabalho.
 
No sábado, o município começa a vacinar idosos com idade acima de 90 anos não institucionalizados. Para isso, realiza o Dia “D” de Vacinação. A expectativa é que sejam imunizadas cerca de 2 mil pessoas. A vacinação será descentralizada e realizada nas salas de vacinas disponíveis em todas as regionais do município. Os idosos nesta faixa etária poderão se dirigir à unidade de saúde mais próxima de sua residência.
 
Mesmo aqueles que não se incluem no cadastro do E-SUS poderão ser vacinados. Basta levar um documento de identidade e o comprovante de residência.
 
Além desse grupo, 448 idosos que vivem em instituições de longa permanência e 16 pessoas com deficiência em residência inclusiva foram vacinadas. Contagem recebeu até o momento 18.854 doses das vacinas dos laboratórios Sinovac e AstraZeneca.

JUIZ DE FORA

População: 569.873
Vacinados: 15.040 (1.547 com duas doses)
Idosos vacinados: 842, em ILPIs

Em Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira, a prefeitura ainda não definiu a data para o início da vacinação contra COVID-19 para idosos acima de 90 anos. De acordo com a Superintendência Regional de Saúde (SRS-JF), ontem (11/2), a cidade recebeu 10.480 doses da vacina. Essa terceira remessa vai imunizar 5.240 pessoas, incluindo a primeira e a segunda dose.
 
A Secretaria de Saúde (SS) do município disponibilizou, desde quarta-feira, um formulário on-line (https://covid19.pjf.mg.gov.br/vacinacao_acima_90_anos.php) de cadastro dos idosos acima de 90 anos residentes na cidade. Em um dia, 1.592 idosos pertencentes ao grupo priorizado foram pré-cadastrados.
Juiz de Fora vacinou 15.040 pessoas com a primeira dose, e 1.547 com a segunda. O percentual de vacinação na cidade de acordo com a população é de 2,62%.

BETIM

População: 439.340
Total de vacinados: não especificado
Idosos vacinados: 205 em ILPIs

No fim da tarde de quarta-feira (10/2), Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), recebeu mais um lote com 1.860 doses da vacina contra a COVID-19 e inicia na próxima semana, ainda sem dia específico, a vacinação de idosos acima de 90 anos ou mais. Do quantitativo recebido, 1.160 doses serão utilizadas para iniciar a imunização desse grupo e 700 serão usadas para continuar a vacinação de trabalhadores da saúde.
 
A vacinação contra a COVID-19 começou em Betim em 20 de janeiro. As primeiras doses foram destinadas para trabalhadores da saúde da rede pública e privada, envolvidos diretamente no atendimento de casos suspeitos e confirmados de COVID-19; idosos institucionalizados e profissionais das instituições de longa permanência para Idosos (ILPIs); e pessoas portadoras de deficiência  institucionalizadas.
 
Ao todo já foram imunizadas 416 pessoas nos ILPIs, sendo 205 idosos e 211 profissionais que atuam nestes locais, também conhecidos como asilos ou casas de repouso.

MONTES CLAROS

População: 409.341
Vacinados: 9.736
Idosos vacinados: 1.470, em IPLIs e não institucionalizados acima de 85

A Prefeitura de Montes Claros (Norte de Minas) publicou no Diário Oficial do Município, na última terça-feira (8/2) decreto que estabelece os grupos prioritários para a vacinação contra a COVID-19 na cidade. São listados 13 grupos prioritários para a imunização, dos quais 10 são de profissionais da saúde que atuam na linha de frente contra a COVID-19, idosos e portadores de deficiências residentes em instituições de acolhimento, asilos e outros idosos divididos em grupos conforme as faixas etárias, em ordem decrescente.
 
Já foram vacinadas as pessoas acima de 90 anos. Agora, estão sendo imunizados os idosos acima de 85 anos. Conforme a Secretaria Municipal de Saúde, até quarta-feira (10/2), foram imunizados 8.266 profissionais de saúde e 1.470 idosos.
 
No caso dos idosos, a vacinação é feita de casa em casa para aqueles que são cadastrados nos postos do Programa de Saúde da Família (PSF). As doses também são aplicadas no sistema drive-thru no Montes Claros Shopping Center, de segunda a sexta-feira (das 8h às 21h) e sábado e domingo (das 10h às 20h).

UBERABA

População: 333.783 habitantes
Vacinados: 6.546 (1.581 com duas doses)
Idosos vacinados: cerca de 500 em ILPIs

Em Uberaba, no Triângulo Mineiro, a imunização dos idosos acima dos 90 anos vai começar na próxima semana. A Secretaria Municipal de Saúde recebeu na quarta-feira (10/2) 2.550 novas doses da CoronaVac (terceira remessa). O primeiro lote chegou à regional em 19 de janeiro, e o segundo, 10 dias depois.
 
As duas primeiras remessas de imunizantes foram destinadas a profissionais da linha de frente do combate à COVID-19 e idosos que vivem em asilos. Já o terceiro lote atenderá aos idosos acima de 90 anos e ao restante dos profissionais de saúde.
 
Segundo informações da prefeitura de Uberaba, as 2.550 novas doses da vacina CoronaVac serão destinadas para quem vai receber pela primeira vez a vacina, e uma nova remessa deverá ser entregue nas próximas semanas pela Superintendência Estadual de Saúde, para a aplicação da segunda dose.
 
“Na entrega dessa terceira remessa a Uberaba, também chegaram 1.074 doses da CoronaVac. Esse lote será para quem já recebeu a primeira dose e aguarda pela segunda. Devido a uma normativa definida pelo Ministério da Saúde, a nova remessa, entregue à Secretaria de Saúde, deverá iniciar a vacinação dos idosos acima de 90 anos e mais, além de atender aos profissionais de saúde. Essa foi uma decisão técnica do Ministério, pautada em estudos que comprovam que a maior taxa de mortalidade das vítimas da Covid-19 é o público dessa faixa etária”, informou a secretária adjunta de Saúde, Fabiana Prado.
 
Uberaba vacinou 6.546 pessoas vacinadas com a 1ª dose e 1.581 com a 2ª, totalizando 8.127 doses já aplicadas (profissionais de saúde da linha de frente de combate à COVID-19 e idosos que vivem em asilos).

GOVERNADOR VALADARES

População: 279.885
Vacinados: 5.396
Idosos vacinados: não especificado

Os idosos com idade acima de 90 anos, de Governador Valadares, começaram a ser vacinados contra a COVID-19 ontem (11/2). Os servidores da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) percorreram casas dos bairros periféricos, vacinando acamados ou com dificuldades de locomoção.
A imunização desse grupo atende às determinações do Ministério da Saúde, após a chegada da terceira remessa de vacinas enviadas pelo governo do estado na quarta-feira (10/2). A vacinação acontece mediante a um levantamento da SMS dos bairros que têm mais pessoas nessa faixa etária, e cadastradas no SUS.
 
Na região do Bairro São Pedro, que teve 62 idosos acima de 90 anos identificados pela SMS, Geraldina Rodrigues, de 96 anos, foi uma das que recebeu a primeira dose da vacina. “É uma benção receber vocês aqui! Graças a Deus, ela está recebendo essa vacina. Só tenho que agradecer”, disse a cuidadora de Dona Geraldina, Nicélia Rodrigues da Rocha.
A secretária de Saúde, Caroline Sangali, disse que a imunização está sendo feita de forma gradativa e vai atingir mais grupos de idosos, de acordo com as quantidades de doses que serão enviadas pelo governo de Minas.
 
“Queremos que toda população seja imunizada o quanto antes. A vacina chegando para os idosos é a esperança de proteger nossas famílias, começando por eles”, disse. Ontem, a vacinação dos idosos prosseguia, mas no sistema drive-thru, nos câmpus I e II da Universidade Vale do Rio Doce. A SMS orienta que, para agilizar o atendimento, os idosos devem levar documento oficial com foto. E aqueles que tiverem, é importante levar o cartão de vacinação e o cartão do SUS. Cerca de 900 idosos serão vacinados nessa primeira etapa de vacinação.

IPATINGA

População: 263.410
Vacinados: 3.919
Idosos vacinados: 954 acima dos 90 anos; não informado total em ILPIs

Em Ipatinga, a vacinação dos idosos acima de 90 anos de idade começou ontem. O município recebeu ontem 1.490 doses da vacina Coronavac. Desse total, 6% serão direcionados à vacinação dos profissionais de saúde que atuam na linha de frente de combate da COVID-19.
 
O restante, 94%, foi direcionado aos idosos do grupo acima de 90 anos de idade. Embora a prefeitura ainda não tenha divulgado o cronograma de vacinação desses idosos, a orientação da Superintendência Regional de Saúde do Vale do Aço é para que seja obedecido o Plano Nacional de Imunização, proposto pelo Ministério da Saúde.
 
A SRS também pediu à população ajude a fiscalizar a vacinação, denunciando a aplicação irregular nos municípios, caso alguma irregularidade for identificada. Na Região Metropolitana do Vale do Aço, além de Ipatinga, outras três cidades de porte médio receberam a terceira remessa da vacina contra a COVID-19: Coronel Fabriciano recebeu 770 doses; Timóteo, 580; e Santana do Paraíso, 160.
 
A Macrorregião do Vale do Aço, composta por 32 municípios, incluindo Ipatinga, Coronel Fabriciano, Timóteo e Santana do Paraíso, recebeu 11.612 doses. A SRS estabeleceu as rotas seguras para que as vacinas cheguem em cada município, sempre com o apoio da Polícia Militar. (TF)

SETE LAGOAS

População:239639
Vacinados: 4.363 (902 com duas doses)
Idosos vacinados: 194, em ILPIs

Em Sete Lagoas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, a prefeitura recebeu na tarde de quarta-feira (10/2) mais 1,4 mil doses da CoronaVac para imunizar novos 1 mil profissionais de assistência à saúde e 400 idosos com idade acima dos 90 anos. Até o momento, a cidade já 4.363 pessoas com a primeira dose das vacinas da AstraZeneca e da Sinovac. Deste total, 194 são idosos que vivem em asilos e instituições de longa permanência.
 
Já 902 pessoas receberam também a segunda dose do imunizante, que são os profissionais de saúde do Hospital Municipal, da UPA 24 Horas e do PA Belo Vale. Nesta quinta e sexta-feira, os profissionais de saúde com idade acima de 30 anos serão vacinados. A imunização seguirá o sistema de drive thru, na portaria da UniFemm, das 8h30 às 17 horas. Para isso, os pretendentes precisam apresentar comprovante de residência, carteira de classe profissional ligada à área da saúde e o comprovante de profissionais vinculados ao risco de atendimento à COVID-19.
 
Já os idosos acima de 90 anos serão vacinados no amanhã e no domingo. Drive thru no Shopping Sete Lagoas, e um ponto de vacinação no Ginásio Coberto, localizado na Praça da Feirinha, no Centro, serão montados para receber as pessoas.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade